# Crónica 13 de 2018 | Como gerir a ansiedade de fazer as primeiras fichas de avaliação da vida


Hoje o Daniel e a Carolina fizeram a primeira ficha de avaliação de sempre. Não que esta ficha tivesse um grau de dificuldade ás que estão habituados a fazer nas aulas, mas esta tem uma carga emocional superior. É a primeira com pré-aviso, que justifica um recado da professora para os pais com datas e conteúdos programáticos a abordar, aquela que lhes foi dito ser importante porque os vai avaliar. A carga emocional que processar toda esta informação pela primeira vez acarreta pode ser o suficiente para provocar ansiedade e trazer nervosismo desnecessário. Como devemos nós pais gerir esta situação?


A ansiedade face aos testes é um tema clássico da psicologia e são várias as estratégias que se podem utilizar. Mas o tema de hoje é ainda mais específico e será dirigido às crianças. Vamos retratar, assim, os receios face à primeira avaliação escolar, dos alunos que começaram o ensino básico e que se estão a deparar com este momento pela primeira vez. 

A linguagem será usada em formato adaptado aos mais pequenos, mas os adultos poderão ler também, claro. 

A minha primeira ficha de avaliação 

Olá 😊 

Esta semana vais ter um momento muito importante: pela primeira vez, vais ter uma ficha de avaliação na escola. 

Os momentos importantes na nossa vida trazem-nos sempre uma mistura de emoções. Por um lado, ficamos contentes, porque é um marco e um sinal que se está a crescer, mas por outro ficamos ansiosos e com receio. 

Ou seja, é natural que te sintas estas duas emoções: 

1. Alegria: 

A alegria é uma emoção positiva que sentimos perante acontecimentos positivos (acontecimentos que já aconteceram ou que vão acontecer). A alegria provoca-nos sensações boas. Os pensamentos que surgem na nossa mente também são positivos e demonstram vontade e confiança. 


2. Receio: 

O receio, por outro lado, é uma emoção negativa. As emoções negativas são tão naturais como as emoções positivas e ambas nos fazem falta e têm uma função. No caso do receio, que é uma mistura de uma pequena ansiedade com um ligeiro medo, esta emoção tem como função preparar-nos para um acontecimento futuro (ou recordar-nos de algo negativo do passado que não queremos repetir. O receio traz sensações físicas menos boas e igualmente pensamentos de preocupação. 


Por isso, sugiro-te fazeres 3 coisas para te ajudar neste grande momento teu: 

1. Primeiro, dou-te os meus parabéns! Se vais fazer a tua primeira ficha de avaliação quer dizer que estás a crescer e a aprender coisas novas. E isso é tão bom! Não te esqueças que é um momento de celebração 😊 

2. Se o teu receio for muito grande, ouve uma música tranquila e que te acalme. Se não conheceres nenhuma, vai ao youtube e escreve “relaxing music”, e vão aparecer muitas. Escolhe uma. 

As músicas relaxantes geralmente são calmas e muitas até têm o som da natureza. Elas ajudam-nos a ficar mais “zen”, que é quem diz, assim mais calmo como se tivéssemos tomado um banho de imersão de água quentinha. 

3. A terceira dica que te sugiro é falares com os teus pais sobre isto. Eles sabem muito bem o que é ter receios e sabem que é natural termos preocupações que algo corra mal. Podem-te ouvir, podem contar exemplos deles de algo parecido no dia-a-dia e podem também dizer-te como é que eles fazem para se sentir melhores face a esses medos e ansiedades. Falar e partilhar sabe muito bem e dá-nos confiança. 

E pronto, espero ter-te ajudado. 

Se tiveres alguma dúvida, escreve-a e pede aos teus pais para me enviar que eu depois respondo-te 😊 

Forçaaa! 


Abraço, 

Hugo Santos, Psicólogo 

Sem comentários: