# Cuidar de mim | Quem sofre de dores menstruais ponha o dedo no ar


Sempre que estou com o período, para além de ter menos paciência e andar mais mal humorada, tenho dores. Tenho o azar de ser das mulheres que sofrem dores abdominais fortes na maior parte dos ciclos. Desde cedo que sofro desta patologia chamada dismenorreia ou cólica menstrual, que desapareceu durante a gravidez e amamentação mas regressou aos poucos, embora de forma intermitente e nunca mais me largou. E como lidar com isto? Descobri um segredo, e vou-vos contar!


Ao longo destes anos a "lutar" contra as dores menstruais, tomei tudo o que existe de analgésicos, testei todas as receitas caseiras e na verdade de pouco ou nada adiantou. Fiquei feliz da vida quando percebi que após a gravidez continuei sem dores, mas rapidamente descobri que se devia à amamentação. Aos poucos elas foram regressando, embora não tão intensas e regulares como antes de engravidar. Decidi que não queria tomar mais medicamentos a não ser em SOS, e fui-me aguentando assim. Até que há 6 meses atrás conheci o Livia.


O Livia é um aparelho pequeno, de aspecto discreto e moderno que promete acabar com as dores menstruais. Funciona como um sistema de tratamento da dor através da eletroestimulação, técnica sem efeitos secundários conhecidos, que foi agora adaptada para tornar a vida das mulheres mais fácil, na altura mais critica do mês. Utiliza dois eléctrodos que transmitem impulsos eléctricos na zona abdominal inferior, bloqueando assim as cólicas. É simples e não tem efeitos colaterais. Os impulsos Livia tratam imediatamente a dor, sem tempos de espera e sem serem necessários ajustes. Os impulsos eléctricos gerados têm uma característica muito específica que mantém os nervos "ocupados", ou seja, impedem que os sinais da dor sejam transmitidos ao cérebro, deixando assim de sentir dor.


Para começar o usar Livia, apenas temos de colocar os eléctrodos Livia onde sentimos dor e pressionar o botão "ON". Podemos ajustar a intensidade do impulso eléctrico tendo em conta o nível de dor. 

O Livia é indicado a partir dos 16 anos, mas pode afectar o funcionamento de pacemakers, não devendo por isso ser usado por pacientes com pacemakers cardíacos e outros dispositivos eléctricos semelhantes.

Em Portugal, Livia está disponível em 4 cores: azul, lilás, rosa e violeta. No kit Livia vai encontrar o dispositivo, a capa (cor à escolha), o carregador USB, a bolsa de viagem, o conjunto de eléctrodos e 2 'almofadas' de gel Livia.

Sobre a eficácia, apenas posso partilhar a minha experiência, e na verdade comigo funciona mesmo. Porém, cada caso é um caso e a eficácia pode também variar de pessoa para pessoa. O Livia encontra-se à venda aqui pelo valor de 125€.

Sem comentários: