# Memories | A Almofadinha da Carolina


Não sou daquelas pessoas que sofreu um efeito de transformação fortíssimo no corpo antes e depois da gravidez. Sofri algumas mudanças sim, mas a verdade é que apenas noto uma. Já me incomodou, já tentei revertê-la, mas é difícil e se há coisa que não me vejo a fazer é sacrifícios por um corpo perfeito. O meu ideal de felicidade não passa de todo por aí, e a verdade é que me sinto bem como sou.


Se me conhecem ou se não me conhecem mas costumam ler-me regularmente, sabem exactamente de que alteração no meu corpo falo: na barriga. Carregar duas crianças distendeu tudo o que havia para distender, e apesar de até ter recuperado bastante, fiquei com a óbvia proeminência abdominal, coisa que antes de ser mãe não tinha.

Ontem, depois do banho quando acabei de lhe secar o cabelo, a Carolina pôs a mão na minha barriga, agarrou uma prega e perguntou-me:

" C - Mamã, antes de teres eu e o mano na tua barriga tu não tinhas a tua barriga assim gordinha?
Eu - Não filha, não tinha, mas depois a minha barriga esticou, esticou, esticou, e quando vocês saíram cá para fora ficou assim!
C - Oh mamã mas olha sabes porque é que ficou assim, para tu teres uma almofadinha para em me poder enroscar assim no teu colinho!"

Abraçou-me com muita força, de cabeça bem contra a minha barriga enquanto repetia uma frase que repete sempre que me vem mimar: "Mamã fofinha! Mamã fofinha! Mamã fofinha!"

Vale ou não vale a pena ter ficado com um bocadinho de barriga? Eu cá acho que vale!

Sem comentários: