#59 As minhas receitas | Courgette redonda recheada


Gosto muito de cozinhar, e não me importo de passar horas na cozinha a preparar uma boa refeição, mas em particular durante a semana não tenho tempo para isso e acabo por escolher opções mais práticas e rápidas. Com a minha opção de restringir ao máximo os hidratos de carbono, comecei a explorar outros ingredientes e um dia destes deparei-me com umas courgettes redondas  que me agradaram! Para já, quero plantar isto na minha horta no próximo ano! E entretanto, falo-vos de como as preparei para levarmos na marmita para o almoço do dia seguinte.


A primeira coisa a fazer, é abrir a tampa da courgette e retirar parte da polpa. Esta polpa pode ser por exemplo picada e salteada com outros ingredientes que vos apeteça utilizar para depois rechear as courgettes. No meu caso, optei por guardar e utilizar depois numa sopa.


Como tinha comprado 4 courgettes mas bastavam duas para a refeição, já as cozinhei duas vezes em pouco tempo, e hoje conto-vos tudo sobre ambas as opções! Espero que gostem!

Courgette redonda recheada

Ingredientes

Opção 1
2 Courgettes redondas,
1 cebola
1 bife de peru picado
Tempero para carnes Knorr
Azeite q.b.
Queijo ralado

Opção 2
2 Courgettes redondas,
1 lata de atum
8 azeitonas recheadas com pimento
1 ovo cozido
1 bola de mozarella fresco

Preparação

Retirar a tampa às courgettes, retirar parte da polpa e reservar. Passar as courgettes por água corrente e colocar num recipiente de ir ao forno.

Opção 1
Temperar o bife de peru com knorr para carnes, e alourar ligeiramente num fio de azeite em lume médio. Colocar no interior das courgettes, espalhar uma porção de queijo ralado por cima e levar ao forno a gratinar a 180ºC até o queijo ficar tostado.

Opção 2
Misturar o atum esmagado com um garfo, as azeitonas picadas, o ovo picado e o queijo mozarella cortado em cubos pequenos. Rechear as courgettes com esta mistura e levar  ao forno a gratinar a 180ºC até dourar.


Em ambos os casos acompanhei com salada [na foto uma das opções acompanhada com tomate cherry da nossa horta] e comi a frio. A casca não fica dura e não a devem descartar pois é lá que estão a maioria dos nutrientes. Bom apetite!

Sem comentários: