# Dicas para mães | Mergulhos e lesões na coluna


Estamos no mês em que chega o Verão, as praias começam a encher, as famílias começam a gozar férias e os jovens enchem as praias em grupo. Hoje falo-vos de uma questão menos agradável ligada à praia. Já pensaram como um mergulho "mal dado" pode provocar uma lesão grave na coluna?

A Sociedade Portuguesa de Patologia da Coluna Vertebral (SPPCV) está a promover uma campanha de sensibilização para a prevenção das lesões da coluna, causadas por mergulhos em piscinas e praias, junto das crianças e dos jovens adolescentes.

Com esta iniciativa queremos sensibilizar os mais novos para os riscos que correm quando dão mergulhos, tanto nas piscinas como nas praias, em águas pouco profundas. As lesões da coluna na sequência de acidentes de mergulho são potencialmente graves e contribuem para as taxas elevadas de incapacidade permanente. É por isso essencial o alerta e a sensibilização junto dos mais novos” 

explica o ortopedista Manuel Tavares de Matos, presidente da SPPCV. 

Para prevenir as lesões na coluna recomenda-se que verifique sempre a profundidade da água antes de mergulhar e mantenha-se sempre dentro da zona supervisionada. Deve evitar-se mergulhar sob o efeito de bebidas alcoólicas.

Os sinais e sintomas de lesão na coluna incluem: dor no local lesionado eventualmente com irradiação aos membros superiores, náuseas, cefaleias ou tonturas, fraqueza ou incapacidade em mover os braços ou pernas; formigueiro ou dormência nos membros e na área abaixo da lesão, estado de consciência alterado, dificuldades respiratórias, perda do controle da bexiga ou do intestino...

No meu caso ainda não há risco de um dos meus filhos poder ver-se numa situação destas, mas para quem tenha filhos adolescentes e jovens é um tema importante. Falem com os vossos filhos e previnam-os para os perigos. A sensibilização é o melhor remédio!

Se presenciarem um acidente e suspeitar de uma lesão da coluna deve contactar de imediato o 112 e chamar uma ambulância. Não deve mover a pessoa, uma vez que qualquer movimento numa coluna já danificada pode causar danos permanentes. 

Estima-se que aproximadamente 9 por cento de todos os casos de lesão na coluna estão relacionados com água. 59 por cento desses casos acontecem a pessoas com menos de 35 anos. 63 por cento das lesões são resultado dos mergulhos na água e 19 por cento estão relacionadas especificamente com o surf.

A SPPCV foi fundada em 2003 com o objectivo de promoção, estudo, investigação e divulgação das questões inerentes à problemática da prevenção, diagnóstico e tratamento das patologias da coluna vertebral. Para mais informações consultem o site.

Sem comentários: