# Healthy | A minha incapacidade para perder peso e 18 snacks saudáveis que prometem ajudar-me!


Uma das minhas motivações para estabelecer os objectivos desportivos para 2017 foi sem dúvida o meu plano para recuperar o peso que tinha antes de engravidar, e que tive durante os 2 anos e meio em que amamentei os meus filhos. Esse peso começou desde então a aumentar exponencialmente e nunca mais parou, e cada vez me custa mais a perdê-lo.


Mas a motivação que surgiu em força no inicio do ano aos poucos tem vindo a desvanecer, e apesar de manter os treinos com o Pedro no Fitness Hut de Setúbal  [embora nem sempre  consiga fazer os 2 treinos por semana], não tenho corrido nada no último mês. A última tentativa de correr que fiz correu muito mal e ao fim de pouco mais de 2km estava KO e fiz o resto do percurso a caminhar. Fiquei frustrada e nunca mais corri. Se é esta a solução? Não! Não é! Tenho que encontrar uma forma de me motivar e de conseguir correr!

Em paralelo, tenho vindo neste últimos meses a tentar encontrar um equilíbrio no que respeita à minha alimentação. Não posso dizer que estou a fazer dieta, porque o que procuro é uma forma de alterar os meus hábitos alimentares que me faça perder peso e que seja para manter para sempre sem sacrifícios. Isto porque não subscrevo dietas restritivas pois acho que assim que terminam têm o efeito imediatamente oposto e fazem com que ganhemos peso a uma velocidade maior do que a que o perdemos.

Este ano, desde que recomecei a treinar, já fiz 3 avaliações físicas e tenho visto mudanças muito pequeninas e uma distância enorme dos meus objectivos. Neste momento peso 60,4kg e tenho um índice de gordura corporal de 31,28% o que implica reduzir pelo menos 10% na gordura corporal e perder 10 kg para ter o peso com que vivi toda a minha adulta. Se é fácil? Não! E vai implicar sacrifício!

Mais do que as refeições principais, o que noto é que o meu maior problema são os intervalos. Acabo de comer e passado pouco tempo apetece-me mais qualquer coisa. E como na maioria das vezes não tenho grandes opções à mão acabo a comer bolachas, tostas ou pior... bolos!

Um dia destes encontrei umas sugestões muito interessantes de snacks saudáveis, com apenas 100 calorias, e que saciam e como modo de me organizar e começar a levar mais coisas comigo para o trabalho, decidi trazê-las para aqui. São simples de preparar e fáceis de transportar pelo que são o ideal para quem passa o dia fora de casa!

  • 2 fatias de fiambre extra-magro + 2 colheres de sopa de queijo creme light batido
  • 2 colheres de sopa de guacamole light + 2 talos de aipo às fatias
  • 85 gramas de camarão cozido + 1 colher de sopa de molho cocktail
  • 30 gramas de queijo de cabra + 1/2 chávena de pepino às fatias
  • 1 ovo cozido às fatias + sal, pimenta e paprika
  • 1/2 chávena de queijo cottage sem gordura + 1/4 de chávena de mirtilos
  • 1 chávena de uma sopa feita com uma base de caldo + umas gotas de sumo de limão espremido
  • 1 tomate às fatias + 30 gramas de mozzarella fresca + sal, pimenta e 1 colher de sopa de vinagre balsâmico
  • 2 colheres de sopa de puré de feijão sem gordura + 1 tortilla de trigo integral + 2 colheres de sopa de queijo cheddar light
  • 1 fatia de peru fumado + 1 fatia de queijo Emmental light
  • 1 chávena de melancia em cubos + 30 gramas de queijo feta light + 1 colher de chá de hortelã picada
  • 3 amêndoas raladas + 110 gramas de iogurte natural + umas gotas de mel
  • 4 colheres de sopa de húmus + 2 talos de aipo às fatias
  • 1/2 chávena de pêssego às fatias + 30 gramas de presunto
  • 1/2 chávena de mirtilos + 1/2 chávena de framboesas + 1/2 chávena de morangos
  • 1/2 chávena de molho picante + 1 chávena de jicama cortada às fatias (como é difícil encontrar em Portugal, pode experimentar fazer com inhame)
  • 10 cenouras baby + 110 gramas de iogurte grego + 1 colher de chá de uma mistura de alho em pó, pimenta, sal e ervas em pó
  • 1 chávena de maçã cortada às fatias + 30 gramas de queijo cheddar light
Fonte: Casal Mistério

Um ponto importante que acho que devo referir. Este meu objetivo de peso não tem a ver com mais do que um desejo pessoal. Sempre fui magra, sempre tive barriga lisa e custa-me aceitar que isso mudou. Por mim e para mim apenas, quero recuperar a silhueta que sempre tive e com a qual me habituei a viver. Neste momento sinto que "vivo" num corpo que não é o meu e por isso quero combater esta sensação e sentir-me bem comigo mesma! Só e apenas isso! Acho que estas decisões devem sempre partir de nós para nós sem influência de opiniões de terceiros ou de pressão social. Porque se nós não gostarmos de nós, quem gostará?

Se tiverem dicas para partilhar que me ajudem a atingir os meus objectivos partilhem sff! Tudo menos passar fome!

Sem comentários: