Marco Polo [Ou como fiquei colada ao écran graças à Netflix]


Desde que temos Netflix já vimos filmes a perder de conta, os miúdos já viram filmes de desenhos animados e séries que nem consigo contar, e começámos a ter um ritual familiar a que chamamos "fazer um cinema", em que escolhemos um filme, fazemos pipocas, fechamos as janelas para ficar escurinho e vemos o filme os 4 no sofá. Sabe-nos bem ficar assim em família a descansar e a ver um filme. Já vimos muito boas produções mas houve uma de que gostámos em particular.



Marco Polo é o primeiro drama de época original Netflix, e traz-nos um enredo empolgante e visualmente deslumbrante contado na perspectiva do famoso viajante do século XIII.

Marco Polo, um jovem mercador italiano (Lorenzo Richelmy) chega à China com o pai que pouco conhece. Ao chegar à corte de Kublai Khan (Benedict Wong), o pai de Marco oferece-o ao imperador mongol como criado e Khan, cativado pelo seu dom da palavra, aceita. Esta série retrata o que acontece quando o Este se cruza com o Oeste, mas explora também as relações complexas de poder, família e amor. 

Uma série que retrata os confrontos entre o império Mongol e o império Song, cheia de mistérios, conspiração, paixão e lutas de poder. Uma série que nos prendeu desde o início e que nos fez deitar mais tarde do que devíamos muitas noites. Vejam o Trailer e percebam porquê!

Sem comentários: