#1 Definitivamente ler | Brincar com Plasticina


Não é novidade nenhuma que por aqui somos fãs de livros. Pais que gostam de ler fazem questão de passar [ou pelo menos tentar passar] esse hábito aos filhos e é isso que nós já fazemos há algum tempo. Os frutos começaram a ver-se rapidamente, e no Natal, quando confrontados com o facto de que mais de 50% dos seus presentes de Natal serem livros, vimos que estavam felizes e isso soube-nos tão bem! Hoje começa uma nova rubrica semanal por aqui! Todas as 5.ªs feiras vamos partilhar convosco uma sugestão de livro infantil. Livros que temos, que lemos, que os miúdos aprovam. Porque ler histórias é a melhor forma de aprender.


Brincar com plasticina faz parte das nossas recordações de infância. Foram horas e horas de diversão as vividas a fazer construções de objectos e animais que, de uma forma mágica, ganhavam vida... Hoje, avós, pais, tios, educadores, recordam esses momentos com os mais novos e, com a mão na plasticina, vivem de novo esses momentos de lazer únicos. É isso que o livro "Brincar com Plasticina" nos propõe. Nós já começámos a testar a eficácia deste livro cá por casa e os resultados foram giríssimos!



Ao prazer da brincadeira, alia-se a importância do manusear da massa. A plasticina fortalece os músculos das mãos e dos dedos e fomenta o desenvolvimento da motricidade e da coordenação dos olhos e das mãos. Beneficia, também, o processo de alfabetização, uma vez que os movimentos das mãos e dedos irá facilitar a melhor utilização do lápis, caneta, realizar desenhos, etc.


Agora, é tempo de colocar a mão massa. Brincar com Plasticina – Criar animais com 3 formas básicas vai fazer as delícias dos mais pequenos, pais, educadores de infância e professores. Todos vão querer participar!

Afinal, com apenas três formas básicas (gotas, bolas e lagartas), é possível criar animais de plasticina num abrir e fechar de olhos! Graças às instruções passo a passo, as crianças, os pais e os professores podem criar 46 figuras divertidas e originais.

Rinocerontes, cães, patos, cobras, coelhos, ovelhas, peixes e até póneis. A imaginação não tem limites. Vamos colocar mãos à obra?

Sem comentários: