Este domingo, todos ao Time Out Market Lisboa!




É já no próximo domingo dia 20 de Novembro, no Time Out Market Lisboa, que 30 personalidades e 30 marcas abrem o armário e oferecem peças com história a preços fantásticos. Nesta acção, 100% do valor angariado vai para instituições de solidariedade.

A ideia que inspirou a criação do "Hang in There" foi o exemplo de Inês Castel-Branco, que há anos organiza pequenos eventos com roupa em segunda mão. Inspirado por esse exemplo, nasceu o Hang in There, um evento em que roupas são transformadas em donativos cuja totalidade do valor vai inteiramente para instituições de solidariedade escolhidas pelas as figuras públicas ou marcas que as doaram.

"Quando o Goncalo me falou da ideia, achei que seria uma oportunidade incrível para envolver mais figuras públicas. Todas nós temos a sorte de ter muito mais roupa do que precisamos, e a ideia de a transformar em donativos é muito boa". 

E, como Inês previu, foram dezenas de celebridades que se quiseram juntar ao projecto, desde Victória Guerra, Raquel Strada, Rita Pereira, Jéssica Athayde, Cláudia Vieira, Cuca Roseta, Vanessa Oliveira, Sofia Ribeiro e Vera Kolodzig a Manuel Luis Goucha, João Paulo Rodrigues, Bons Rapazes ou João Moleira.

"Originalmente pensámos em figuras públicas, mas rapidamente percebemos que faria todo o sentido convidar marcas para se juntarem a este projecto"
diz Gonçalo Castel-Branco, irmão da atriz e mentor do projecto.

O evento já conta com as marcas Nude, Tara Jarmon, Weill, Undandy, MO, Paez, Soap Porn, Parfois, Gerard Darel, SP Televisão, Latitid, Douglas e as Manhãs da Comercial que terá um charriot com peças de Pedro Ribeiro, Vasco Palmeirim, Luisa Barbosa, Nuno Markl e César Mourão.

Além das figuras públicas e marcas, o "Hang in There" tem como parceiro a UBER, que não quis perder a oportunidade de se juntar a este evento único e solidário. Para o efeito, vai oferecer viagens até 8 euros para novos utilizadores, válido a partir do dia 20 de Novembro e até ao final do ano. 

Os bilhetes estão à venda na Ticket line, são limitados e custam 10 euros. A entrada no recinto é feita por ordem de chegada. O valor das peças em venda estará entre os 5 e os 75 euros e revertará 100% para as instituições escolhidas por cada personalidade ou marca. Não há possibilidade de compra com multibanco nem de devolução da roupa escolhida.

Uma oportunidade única de fazer grandes compras a preços muito simpáticos, quer para nós, quer para oferecer como presente de Natal!

Sem comentários: