#14 Restaurantes | Mercantina Chiado


Ontem, depois de um dia complicado, enquanto os miúdos tomavam banho e eu preparava o jantar, decidi que me apetecia uma entrada simples e rápida de preparar. Uma salada Caprese. A salada Caprese não é mais do que tomate, mozarella fresca, sal, oregãos e um fio de azeite. Saudável, muito saboroso, e super rápido de confeccionar. Ficou uma delicia, muito melhor do que o habitual, e rapidamente vos consigo explicar porquê! Em vez de mozarella de compra convencional, usei uma mozarella que recebi de presente e que tem realmente um sabor e uma textura extraordinários. A convite da Mercantina, na semana passada tivemos oportunidade de experimentar algumas das novidades da nova carta, e depois da refeição, ofereceram-nos uma garrafa do vinho da casa [curiosamente produzido e engarrafado por uma das casas agrícolas a poucos metros da nossa casa] e uma embalagem da sua mozarella artesanal. 


A mercantina é o primeiro restaurante em Lisboa a utilizar mozzarella artesanal. La Bella Mozzarella está disponível sob a forma de tábua de degustação, taste, e takeaway e é uma das grandes novidades desta carta. A partir de agora será possível desfrutar de uma experiência inédita com as tábuas de degustação compostas por mozzarella di bufala D.O.P della Campana e Provola affumicata di latte di bufala D.O.P, nas opções com e sem rúcula e tomate. Para os mais tímidos estará disponível a versão taste, um crostini di mozzarella di búfala D.O.P della Campana pronto a degustar. Mas porque na Mercantina ninguém fica de fora, será possível levar para casa os melhores sabores italianos com a versão takeaway da mozzarella di bufala D.O.P e da Provola Affumicata di Latte di Bufala D.O.P. Foi a primeira que utilizei ontem na minha salada Caprese.


Mas voltemos à nova carta. Dos recém-chegados hambúrgueres artesanais, feitos com os mais frescos ingredientes 100% italianos, às várias pizzas certificadas, destaco a Affumicata, com mozzarella artesanal, cogumelos e presunto de parma, a Pescatora, com tomate, amêijoas, lula e cebola, a Canollo, com tomate, ricotta, porcini e bacon e ainda a Contadina, com mozzarella, brócolos, salsicha e batata, as opções que se nos apresentam são um verdadeiro convite ao pecado da gula! 





As deliciosas pastas e risottos não ficaram de fora e as novidades em também são várias. Pessoalmente fiquei rendida  Troffie al pesto de manjericão com batata e feijão-verde, aos raviolli de bacalhau, que tiveram origem num aproveitamento de restos de caldeirada, e ao risotto de bacalhau. Una delizia per i sensi




Como nenhuma refeição fica completa sem sobremesa, a refeição terminou com um refrescante Cheesecake de Lima, ou a já nossa conhecida [saibam mais aqui] Panna Cotta com Nutella. 


O chef italiano Giorgio Damásio [muito simpático, que nos recebeu e acompanhou durante a refeição] e, nas pizzas, o português Diogo Coimbra são os responsáveis por trazer até Lisboa a fusão perfeita entre a nossa portugalidade e os mais icónicos sabores de Itália, num misto de genuinidade a autenticidade que promete conquistar os paladares mais citadinos e cosmopolitas.

Iguarias a não perder, que podem degustar no Chiado ou em Alvalade, numa das duas unidades da marca. Nós aprovámos e já estamos a planear o regresso para um calmo almoço em família a um fim de semana.

E agora, depois de vos falar de tudo isto, fiquei mesmo foi com vontade de comer uma Salada Caprese e um Risotto de Bacalhau.


Sem comentários: