Quinta Pedagógica dos Olivais | Uma excelente opção de passeio em familia


Há vários anos que ouvia falar sobre a Quinta Pedagógica dos Olivais, mas nunca tinha lá ido! Primeiro porque não tinha filhos, depois porque o Daniel e a Carolina eram muito pequeninos, e a verdade é que o tempo foi passando e nós nunca tínhamos ido passear para aqueles lados!

Em Abril, num dia de Primavera, no âmbito das celebrações do 20.º aniversário da Quinta, fomos até lá ao final da tarde. Apesar de envergonhado, estava um dia de Sol e o passeio prometia ser agradável.

A variedade de animais que encontrámos logo à chegada [confesso!] surpreendeu-me! Não fazia realmente a mínima ideia do que ia encontrar e tinha imaginado meia dúzia de galinhas, uns coelhos e pouco mais. Afinal, era isso que eu tinha no quintal do meu avô em criança e para mim era quase uma quinta pedagógica!

Os miúdos adoraram! Para além de reconhecerem a maioria dos animais, adoraram ver os locais onde viviam, os seus hábitos alimentares e em alguns casos as crias!



Corriam de habitat para habitat, mas ao contrário do que acontece quando vamos ao Zoo de Lisboa, onde perguntam coisas sobre os animais, aqui observavam e tiravam as conclusões sozinhos!

"Olha mãe! Aqueue cavauinho tá a fajê um cócó, pois tá?"



Um dos animais que apenas conheciam ao longe, a vaca, inspirou curiosidade! Se os deixássemos tinham entrado para dentro do estábulo para lhe fazerem festinhas!



As cabras, animais com os quais estão bastante familiarizados pois existem muitos rebanhos na zona onde vivemos, aproximavam-se da vedação para ver se havia comida nas mãos de quem por ali passava, e como havia bebés, eles não queriam sair de lá por nada! Ficaram cheios de pena de não termos levado comida para dar aos animais, pois havia pessoas que levavam e eles também queriam. Da próxima vez já sabemos!





"Olha esta pato mamã! É pêto! É o patinho feio da minha história?"


Depois de todo o percurso da quinta feito, chegámos a um local que já tinha sido falado lá por casa: a árvore das chuchas. Nesta árvore, os meninos que deixam de usar chucha podem deixar as suas chuchas penduradas junto com as dos outros meninos. As chuchas ficam ali a viver em companhia das suas "amigas" e os meninos, como já são crescidos, já não precisam delas! Lá abordámos o assunto com eles, tentando aproveitar o momento para mais uma acção de sensibilização, mas quando tentámos dizer que também podíamos trazer as chuchas deles para a árvore, a resposta imediata da Carolina foi:

"Mas mamã eu não quéio a minha chuchinha aqui toda xuja como as ôtas!"

E sim, é verdade que a visão de uma árvore cheia de chuchas ressequidas, queimadas pelo sol e sujas não é propriamente a coisa mais apelativa!



Depois de todo o passeio não queriam ir embora. Queriam dar mais voltas, ver os animais outra vez e queriam ir buscar comida para lhes dar! Ficou a promessa de regressarmos, com mais tempo, num dia com menos gente e com comida para darem aos animais!



Seja em que altura do ano for, a Quinta Pedagógica dos Olivais ficou na nossa lista de locais de passeio a repetir. Desde que não esteja a chover, é um passeio giro, agradável, cheio de coisas giras para os miúdos. A Quinta dispõe de programas mensais, com actividades específicas direccionadas a grupos escolares, grupos de família, grupos séniores e dias comemorativos. As actividades incluem por exemplo tosquia de animais, ciclo do pão e outras coisas giras que normalmente não temos como fazer com os miúdos em casa! E a parte melhor? A entrada grátis!

Sem comentários: