Sobre as nossas barrigas

Sei que quando vos apresentei a Sara, neste post, vos disse que íamos ter rubrica às 2.ª feiras, mas por razões de logística de fim de semana, que como sabem envolve muito mais a família do que escrita e o planeamento de posts, quer à Sara, quer a mim, dava-nos mais jeito outro dia, pelo que, passou para a 6.ª feira! Vamos tentar regularidade nas publicações, mas como também já sabem, até Setembro, com férias à mistura, provavelmente não vai haver publicações semanais! Em todo o caso, hoje publicamos o primeiro texto! A Sara escreveu-o em plenas férias, no meio de várias dificuldades tecnológicas, por isso, ainda é um motivo mais forte para lermos tudo atentamente! Obrigada querida Sara! E por favor, aproveita bem as tuas férias e a distância da tecnologia!

"Conheci a Sara [a outra Sara] num evento com vários bloggers e depois voltámos a cruzar-nos noutro evento. Num deles falávamos sobre barrigas e a dificuldade em perder barrigas. Nesta coisa das barrigas há um AF e um DF. Há barrigas Antes de Filhos e Depois de Filhos! Não há volta a dar! Ninguém nos diz que depois dos filhos tudo o que está lá dentro muda de sítio! Vamos à praia e facilmente identificamos quem já teve filhos e quem não teve... Essa é a "oferta" que os filhos nos trazem: a barriga! Depois o que há a fazer, na minha opinião, é manter um estilo de vida saudável [sempre e em tudo]. E para isso a alimentação saudável é o primeiro passo mas o exercício físico é também muito importante, assim como uma boa saúde mental. 

Então, a alimentação saudável, nem é assim tão difícil. Acreditem, a partir do momento que a adoptam no dia-a-dia, não vão querer outra coisa [nos próximos posts falo-vos sobre dicas para manter um estilo de vida saudável]. 

O exercício físico diário é importante para perder peso, para tonificar, para fortalecer e até para relaxar. Mas sobretudo é importante para oxigenar as nossas células e por o corpo a mexer. Uma boa saúde mental passa por não termos desequilíbrios que nos levem a cometer aqueles disparates alimentares e chegar a casa e comer um pacote de bolachas ou um chocolate inteiro. Acreditem, todas as nossas frustrações são passadas para a nossa "vontade" de comer, fazemos compensações.

Mas a verdade é que se assumirmos que a barriga lá está, porquê lutar contra ela? É nossa! Foi um "presente" dos nossos filhos! Isto não quer dizer que não devemos seguir o caminho mais saudável mas isso também implica aprender a sentirmo-nos bem na nossa pele e aceitarmo-nos como somos. Pelo menos podemos fazer com que não estejamos inchadas. E para isso é importante começar o dia com um bom probiótico, um extra de fibra e fruta com uma grande quantidade de água.


INGREDIENTES

1 iogurte natural biológico 
1 mão de folhas de hortelã biológica picada (eu costumo cortar com a tesoura)
1 c. de sopa de granola ou muesli biológicos e sem açúcar 
1 boa quantidade de frutos vermelhos biológicos (sabem que os morangos não biológicos são das frutas com maior quantidade de químicos?) 

PREPARAÇÃO 

Misturar o iogurte com a hortelã, juntar a granola ou o muesli e os frutos vermelhos. Depois é só deliciar-se sem peso na consciência e na barriga! 

Ah... E se ainda tiver fome, não ataque o pão (o monstro das barrigas). Volte ao início da receita e faça outra taça. O importante é sentirmo-nos saciados com bons nutrientes!

Beijinhos verdes!"

Sara | S de Salada

Sem comentários: