Tranches de peixe em crosta de broa e ervas


Lembram-se de vos falar deste curso de cozinha com harmonização de vinhos Cabeça de Toiro na Academia Vaqueiro? Já tinha partilhado convosco a receita da nossa entrada, e hoje trago o prato de peixe! Umas tranches com crosta de broa e ervas que estavam uma delícia! Uma sugestão para uma refeição muito saborosa e que abrilhanta qualquer mesa!

Tranches de peixe em crosta de broa e ervas 

Ingredientes:

600 g de tranches/medalhões de peixe (usámos salmão)
sal grosso 
pimenta de moinho 
1 limão (raspa + sumo) 
1 courgette grande 
400 g de batatas em cubos/gomos 
tomilho fresco 
3 dl de molho béchamel
1 colher de chá de mostarda 
30 g de queijo ralado (p/ gratinar) 
250 g de broa de milho 
50 g de ervas frescas (coentros, salsa, etc.) 
1 dente de alho 
4 colher de sopa de Vaqueiro Líquida 














Preparação:

Ligar o forno a 180° C. Temperar o peixe com sal, pimenta moída na altura e sumo do limão (faça e reserve a raspa do citrino). Reservar o peixe a marinar durante 5 min. Preparar a courgette em cubinhos (de dimensão semelhante aos cubinhos de batata). Numa tigela larga, misturar a batata e a courgette cortadas, temperar a gosto com sal, pimenta moída e perfume com tomilho fresco bem picado. À parte, misturar numa tigela larga o molho béchamel e a mostarda, em seguida acrescentar os legumes cortados e envolver bem. Transferir os legumes para um recipiente refractário e levar ao forno, até que gratinem a superfície. Num robô de cozinha, juntar a broa de milho, as ervas frescas e o alho, e triturar bem. Perfumar a mistura com a raspa de limão reservada, temperar a gosto, acrescentar a Vaqueiro Líquida e triturar de novo, até ligar o preparado. Colocar as peças de peixe temperado num recipiente de forno, e por cima do peixe distribuir a mistura de broa e ervas. Regar com mais um fio de Vaqueiro Líquida e levar ao forno, por 12 a 15 min. Servir o peixe com crosta de broa e ervas, acompanhado dos legumes gratinados. 





A Sugestão de Vinho para este prato, que foi o vinho com que acompanhámos o peixe, recai sobre Cabeça de Toiro Branco (DOC DoTEJO). Um vinho cristalino, com aroma a frutos tropicais, ananás e alperce. Constituído por três castas, Arinto (50%), Chardonay (25%) e Sauvignon-Blanc (25%), é um vinho muito fresco e persistente. Deve ser servido a 8.ºC.


Sem comentários: