Sobre a primeira separação


Sobre esta situação de que vos falei ontem e que me angustiou durante todo o dia, acabei por perceber que me trouxe alguma clarividência relativamente à forma como devemos gerir a relação entre o Daniel e a Carolina. Passaram pela primeira vez um dia inteiro separados, e claro que, sentiram a falta um do outro, mas não tanto como eu esperava.


A Carolina foi à escola sozinha, e embora de manhã tivesse dito que queria ficar em casa com o mano, acabou por aceitar a saída de casa só comigo, e ficou bem na escola. Não quis dormir a sesta, e a educadora deixou, e quando a fui buscar ao final da tarde, estava sentada no tapete a ler um livro. Esteve bem todo o dia, comeu bem e brincou muito com os amigos. Vinha feliz, a contar-me tudo o que tinha feito durante o dia. Disse-me que quando foi para a rua brincar teve "muito saudades do mano"mas brincou com os amigos e foi muito "vivetido". Depois da escola, fomos as duas às compras, uma tarefa que ela adora e que diz sempre que é coisa de menina! Pediu para comprar um presente para o mano, e lá veio com umas carteirinhas de cartas dos Invizimals.

O Daniel esteve muito tranquilo durante todo o dia, não fez birras, comeu razoavelmente e dormiu uma boa sesta, apesar de ter estado a lutar contra o sono e a tentar não dormir. Quando chegámos a casa e viu que a irmã lhe trazia um presente, ficou com um sorriso de orelha a orelha, e fartou-se de agradecer: "óbigado mana! óbigado mana!". Passada uma meia hora de estarmos em casa, já estava a "zangar-se" com ela e a fazer uma birra.

Ficámos a pensar, e estivemos a conversar sobre isso, se as birras dele serão realmente para chamar a atenção, por se sentir com ciúmes em relacção à irmã. Tratamos os dois de igual forma, tentamos sempre perceber o que se passa quando se zangam, para que não haja injustiças, mas já tivemos várias situações em que ficámos a pensar se ele teria ciúmes da irmã. Vamos ter que dar atenção extra a este tema e tentar encontrar uma estratégia para o gerir da melhor forma.

Como ontem só teve febre de manhã, hoje já era suposto ir à escola. Só que, passou mal a noite, e de manhã, acordou às 7h a choramingar e vomitou. Voltou a vomitar quando já estávamos no andar de baixo a preparar o pequeno almoço, e embora não fosse mais do que expectoração, o pai acabou por ficar novamente com ele em casa, e a irmã foi para a escola. 

A saída de casa foi mais tranquila, ela não levantou quaisquer objecções ao facto de ir novamente para a escola sem ele, e ele ficou feliz da vida por voltar a ficar em casa com o pai. Ainda lhe perguntei se queria que a mana ficasse em casa com ele, mas respondeu que não, o que volta a deixar-me a pensar que lhe está a saber bem ter as atenções todas do pai só para ele. 

Hoje trabalho menos angustiada, pois sei que estão os dois bem dispostos e satisfeitos, apesar de separados. Ainda assim, tenho que confessar,  estou ansiosa pela hoje de ir buscar a Carolina à escola! [coração de mãe é uma coisa tão mole!]

Sem comentários: