Parabéns ao melhor pai do mundo!


“Pelo menos 3 vezes por dia pára e pergunta-te o que é realmente importante. 
Tem a sabedoria e a coragem de construíres a tua vida em torno dessa questão.”

Lee Jampolsky

[Retirado desta Newsletter]
Hoje é dia de festa! Não o vamos passar a festejar, porque este ano não podíamos mesmo tirar o dia no trabalho, mas vamos festejar mais logo, ao final do dia, em família! 

Os miúdos acordaram bem dispostos. Não houve birras, nem dificuldades em despachar. Sabiam que tinham, um presente para o pai, escondido debaixo da cama. Ontem tinham estado a arrumar os pacotes meticulosamente, para ficarem bem escondidos e o pai não desconfiar. Curiosamente, aguentaram-se sem lhe falar em nada!

O Daniel, o primeiro a acordar, nem se lembrou do presente! Eu perguntei-lhe que dia era hoje, e aí ele lembrou-se que o pai fazia anos, deu-lhe um abraço e disse com uma voz doce: "Parabéns papá!". 

A Carolina acordou mais tarde, desceu para vir ter connosco cá abaixo. Enquanto o pai lhe calçava as meias e lhe vestia o casaco, fiz o mesmo que fiz com o irmão, e perguntei que dia era hoje. Abriu um enorme sorriso, olhou para o pai e disse: "Ah pois! Papá! Assim eu tenho que dar a tua penda a ti!"

O Daniel, que estava sentado no sofá a ver desenhos animados, ouviu a irmã e apareceu a correr! "Pois mana! A penda! Eu vou buscá! Vou tajê a tua!" - Subiu as escadas, pegou em ambos os pacotes e trouxe para baixo. Entregou um à irmã, e foram os dois todos felizes dar o presente ao papá!

Como não tinham visto o que era, estavam os dois muito curiosos! Colados ao pai, enquanto os pacotes eram abertos, soltavam exclamações de alegria! "Oh pai! Uma camijola! Que linda!" e de seguida, com o segundo pacote: "Uma camisola do batame!! Eu gosto tanto do batame papá!" Deram mais beijinhos e abraços ao pai, e ficaram felizes!

 [Ambas as peças são da Springfield]

Mais tarde, enquanto os vestíamos, perguntaram: "Pai, tu vais buscar à creche mais cedo? Temos que paxiar!" Ficou combinado! Hoje o pai vai buscá-los mais cedo para passear!

Tínhamos planeado ir jantar fora os dois, mas perante as perguntas dos miúdos sobre a festa do pai e de que é que ia ser o bolo, não fomos capazes de deixar de festejar com eles! Para jantar fora há muitos dias, para festejar em família é no dia certo!

Porque como diz aquele senhor que menciono lá em cima, temos que parar e perguntarmo-nos, afinal, o que é o mais importante? E construir a nossa vida a partir daí!

Sem comentários: