Vantagens das redes sociais

Sobre este post, que escrevi hoje de manhã, e sobre o segundo caso a que me referi, recebi através do facebook, onde foi publicada a fotografia da carrinha em cima do passeio, uma resposta formal da empresa.

"Boa tarde, antes de mais, em nome do Grupo Ramos Ferreira e particularmente do técnico que conduzia a viatura nesse dia, gostaríamos de pedir imensa desculpa pelo transtorno que lhe causamos a si e a todas as pessoas que foram impedidas de utilizar o passeio a que deveriam ter sempre direito. Este comportamento adotado pelo nosso técnico não é, de todo, justificável e não se coaduna em nada com o que temos definido na nossa Política do Grupo. Agradecemos a sua chamada de atenção, só assim podemos tomar medidas para melhorarmos e iremos, certamente, reforçar o nosso trabalho de consciencialização interna para que estas situações não aconteçam. Caso tenham alguma exposição mais detalhada a fazer ou alguma sugestão de melhoria, não hesitem em contactar-nos para o seguinte n.º 227536720."

Ao contrário da primeira situação que relatei no post, neste caso, o visado era uma empresa. Embora representada por um dos seus funcionários, responsável pela situação, não deixava de ser uma empresa. Agradeço terem tido a atenção de enviar a resposta! Ficou-lhes mesmo muito bem!

Sem comentários: