Sugestão de última hora!

[Imagem daqui]

Se ainda não pararam para pensar que amanhã é Dia do Pai, não desesperem! Há esperança! Já não vos deixo sugestões de compras online, porque tão em cima da hora não terão outro remédio senão deslocar-se a qualquer lado para comprar um presentinho para o vosso pai, mas deixo-vos uma sugestão prática!


Todos os pais gostam de livros! O meu pai, o meu sogro e o meu marido, os pais com os quais me preocupo, pelo menos, gostam imenso de ler! Provavelmente influenciada por isso, eu própria gosto muito de ler, embora ultimamente não tenha conseguido ler grande coisa. O Daniel e a Carolina, habituados e instruídos por nós para a leitura, já gostam muito de se sentar a ler, e têm uma boa biblioteca!

Por isso, a sugestão que vos trago, é tão simples como passar num centro comercial qualquer, dar uma saltinho a uma Bertrand [que há em todo o lado!], e comprarem um livro para oferecer ao Pai! Deixo-vos alguns títulos que ofereceria a qualquer dos pais desta família!

Velhas Tradições, de Olen Steinhauer, retrata dois espiões, ex-amantes, num encontro. Há seis anos, Henry e Celia eram amantes e colegas, e trabalhavam na CIA em Viena. Até que os terroristas sequestraram um avião no aeroporto. Uma tentativa de resgate, delineada no interior da agência, correu terrivelmente mal. Todos os passageiros morreram. Essa noite continua a assombrar todos os que a viveram; para Henry e Celia, foi o fim da sua relação. Celia decidiu mudar de vida, deixou a CIA, casou e teve filhos. Agora vive uma vida normal nos subúrbios da Califórnia. Henry continua a ser analista na agência e foi aos Estados Unidos para a ver, para reviver o passado, talvez, ou para o deixar para sempre para trás. Mas nenhum deles pode esquecer a pergunta: será que o seu agente infiltrado estava comprometido? Cada um deles pergunta-se também qual o papel do outro em toda a situação. Poderão confiar um no outro? Um livro intenso, emocionante e inquietante que o vai manter refém até à última página. [15,50€]


Aquela que é tida como a obra mais visionária do autor. Roland Deschain e o seu ka-tet atravessam as florestas do Mundo Médio em direcção à Torre Negra. O caminho leva-os aos arredores de Calla Bryn Sturgis, onde, sob acalma vida campestre, se esconde algo horrível. A cada geração, vindos das trevas do Trovão, chegam seres com máscaras de lobos, montados em cavalos cinzentos, para roubarem as crianças da vila. Resistir-lhes implica arriscar tudo, mas os pistoleiros fazem do risco a sua vida. As suas armas, contudo, não serão suficientes. [24,40€]


Podemos deixar o exército, mas o exército nunca nos deixa. O presidente francês foi alvejado em Paris. A bala era americana. A distância entre o atirador e o alvo era extraordinária. Quantos atiradores podem disparar a mais de um quilómetro de distância com total confiança? Muito poucos, mas John Kott, um atirador americano que descarrilou, é um deles. E depois de quinze anos na prisão, está em liberdade e atento a uma reunião dos G8, tentadora para qualquer assassino. É este enredo que faz com que Jack Reacher seja novamente arrastado para o serviço, desta vez para o departamento de estado e a CIA. Se existe alguém que consegue deter Kott, esse alguém é o homem que já anteriormente o venceu: Reacher. E embora preferisse trabalhar sozinho, Reacher é destacado com Casey Nice, uma analista viciada em Zoloft. Mas enfrentam um caminho sinuoso, cheio de mafiosos implacáveis e criminosos sérvios, e estão por sua conta e risco caso sejam apanhados. Durante todo esse tempo, Reacher não consegue parar de pensar na mulher que em tempos não conseguiu salvar. Mas não vai permitir que isso se repita. Desta vez, não. Reacher nunca se aproxima demais. Mas há agora um assassino que tornou a questão pessoal. [17,70€]


O extraordinário novo romance de Colm Tóibín apresenta-nos a inesquecível Nora Webster. Viúva aos quarenta anos, com quatro filhos e pouco dinheiro, Nora perdeu o amor da sua vida, o homem que a salvou do mundo opressivo em que ela nasceu. E agora tem medo de ser arrastada novamente para ele. Magoada, egoísta, com uma vontade de ferro e a viver numa pequena comunidade, Nora mergulha na sua dor e ignora a dos filhos, que perderam o pai. Tem no entanto momentos de espantosa empatia e sabedoria e quando começa a cantar de novo, depois de décadas, encontra um refúgio e um porto de abrigo. [18,80€]


Sem comentários: