Sobre falta de civismo!

O civismo é uma coisa que nos dias que correm, ainda falta a muito boa gente. Na estrada, assistimos a toda a hora a atrocidades no que respeita ao cumprimento das regras de trânsito. Mas mais do que isso, que sempre houve e sempre haverá, chocam-me as faltas de respeito no que toca a estacionamentos. Recentemente publiquei nas redes sociais duas situações com que me deparei, e que revelam uma imensa falta de respeito! A interacção têm sido brutal, tenho recebido comentários solidários e as publicações têm gerado imensas partilhas. Acredito que é a tornar públicas estas situações que conseguimos, aos poucos, mudar um bocadinho as atitudes das pessoas, por isso hoje partilho-as aqui também!


Na 6.ª feira passada, fui com a Carolina às compras ao supermercado. Fizemos as nossas compras, e quando nos dirigimos para o exterior, deparámo-nos com este cenário!

 

Confesso que a minha primeira reacção foi pura e simplesmente de ficar incrédula. Não queria acreditar! Na minha inocência, ainda olhei à volta, convencida de que seria alguém que ia com uma pessoa idosa, ou de cadeira de rodas e que tinha parado ali por momentos apenas para uma entrada ou saída do carro. Mas não! Era efectivamente alguém que tinha apenas ido às compras, e por comodismo, estacionou em cima da porta do supermercado! 

Eu, sozinha com a Carolina e um carrinho carregado de compras, vi-me em dificuldades para passar com o carrinho para a rua. Se fizesse o que me apetecia, teria passado sem me preocupar em desviar-me do carro, mas como não acho que deva descer ao nível de quem ali estacionou, passei com todo o cuidado. Quando já ia a caminho do carro, decidi parar para fotografar. O segurança do espaço, vinha a caminho com um grande conjunto de carrinhos de compras que colocou atrás do carro. Disse-me que nem estava a acreditar no que estava a ver, mas que na verdade nada podia fazer, pois a polícia não actua nestas situações. Não faço ideia de como podemos accionar os meios legais nestes casos, mas que este senhor merecia uma multa, merecia!

Hoje, logo de manhã, estacionámos como sempre, a cerca de 150/200m da entrada da escola dos nossos filhos, e fomos a pé com eles pela mão. O passeio que dá acesso à entrada da escola é estreito, e muitas vezes há pessoas que estacionam ocupando parte dele, e dificultando muito a passagem com as crianças. Só que hoje, a passagem estava completamente obstruída.


Esta carrinha, pertencente a uma empresa [perfeitamente identificável na fotografia], ocupou completamente o passeio, impedindo os pais de passarem com as crianças pelo passeio. A estrada em questão, é uma estrada nacional, tem muito trânsito, tem muitos automobilistas em excesso de velocidade, e falta de lombas de redução de velocidade ou de passadeiras para peões junto à escola. Este senhor, que provavelmente estaria a trabalhar, achou legítimo ocupar o passeio com a sua carrinha, para não ter que andar uns metros a pé. Com isto, obrigou um número muito significativo de crianças e respectivos familiares, a deslocarem-se em plena faixa de rodagem de uma Estrada Nacional. Para mim, esta situação é ainda mais revoltante do que a anterior, pelo perigo que comporta para os peões. 

Gostava que um dia vivêssemos num mundo em que a falta de respeito não imperasse. Em que as pessoas não passassem os dias a olhar apenas para o seu umbigo, e medissem as consequências do que fazem. Infelizmente, esta realidade é uma utopia. A verdade, é que vivemos num mundo de pessoas egoístas, desrespeitadoras, com falta de sentido cívico. E isso... entristece-me. 

Sem comentários: