Pele atópica aos 3 anos! E agora?


Cá em casa nunca houve problemas de pele. Nenhuns mesmo! As normais assaduras de fralda enquanto usavam fralda, e mesmo essas, nunca atingiram proporções dramáticas. Não estamos, por isso, habituados a lidar com problemas de pele. Até que, praticamente de um dia para outro, há um mês atrás, a Carolina começou a sofrer de Pele Atópica!


Primeiro manifestou-se no rosto, à volta da boca, e atribuímos a culpa à chucha! Dissemos-lhe que tinha mesmo que deixar de pôr a chucha na boca sem ser para dormir, coisa que só acontece aos fins de semana, mas acontece, explicámos o motivo, mas pareceu-nos uma luta perdida. Lá fomos pondo creme de rosto, para tentar que melhorasse, mas não estava mesmo a melhorar. Numa ida a casa dos avós maternos, experimentámos um creme do Tio Gabriel, que sofre imenso com o frio e fica sempre com dermatites de frio, e a vermelhidão e o ar inflamado diminuíram. O creme do tio Gabriel que experimentámos é este que a Carolina tem na mão. Tem uma textura semelhante a vaselina o que o torna difícil de aplicar, mas ao mesmo tempo, mais persistente na pele [confesso que não gosto de cremes peganhentos!].


Passámos numa farmácia à ida para casa, e comprámos uma embalagem igual! Começámos a aplicar pelo menos de manhã e à noite, reforçando se necessário. 

Não demorou nem dois dias, até lhe começarem a aparecer exactamente as mesmas manchas, embora com um ar menos agressivo, na parte de trás das coxas e nas nádegas. Dei uma volta ao que tinha cá por casa, e descobri que tinha gel de banho e creme de corpo para peles atópicas, Dermexa da Aveeno.


Começámos de imediato a usar ambos, e começou a dar resultados, embora pouco duradouros. Começou a ser frequente vermos a Carolina a tentar coçar-se furiosamente por cima da roupa, ou pior, a acordar de manhã toda arranhada porque se coçou durante a noite! Logo após a aplicação do creme, o prurido acalmava e ela deixava de se coçar, mas ao fim de pouco tempo, recomeçava de novo!

A Uriage, teve um sentido de oportunidade aguçado, e enviou-nos passado uns dias, um Press Kit da Xémose. A Vanessa já me tinha dito maravilhas desta linha, pois a Maria sofre do mesmo, pelo que com a sua longa história de tratamentos de pele atópica, já fizeram testes infinitos a produtos. Claro que, começámos imediatamente a usar ambos os cremes que a marca nos enviou: O Cérat para o corpo, e o creme de rosto. 

A consistência quer de um quer de outro, é perfeita! O de rosto não é nem demasiado fluido nem demasiado peganhento. Aplica-se, espalha-se, é absorvido, e já está! Minimiza imediatamente o prurido e a vermelhidão. Com ele, as manchas no rosto desapareceram por completo e não voltaram a aparecer.

O Cerát tem uma consistência parecida com a do creme nívea da lata azul [lembram-se?], mas mais forte. Espalha-se com a maior das facilidades, sem ficar excessivamente impregnado à superfície da pele, o que normalmente causa aquele efeito desconfortável de roupa colada ao corpo. Tem um perfume muito suave, e é realmente eficaz! A verdade é que poucos dias depois de iniciar este tratamento, a pele da Carolina parecia outra. Voltou a piorar quando fomos à Serra da Estrela, o que atribuí ao frio que por lá apanhou, e entretanto tenho tido dificuldade em conseguir que ela deixe de se coçar. Normalmente, nos dias de semana, tenho perfeita noção que durante o dia, na escola, se coçou vezes sem conta. Resta-me insistir, ir aplicando mais e mais Xemose, de manhã e à noite, todos os dias, até que consiga eliminar esta maldita dermatite de uma vez por todas!

 Obrigada Uriage por nos apresentarem esta gama fabulosa, da qual até já tínhamos boas referências e que tem realmente feito maravilhas na pele da nossa filha!

1 comentário:

Lena disse...

Aconselho que seja vista por dermatologista, e que despistem alergias alimentares, a detergentes ou outras!
Pode ser pele atópica, mas também pode ser reacção alérgica.
Posso estar errada, mas ao que sei (e tenho um filho com pele atópica), nascemos assim, não aparece mais tarde!!! Pele atópica é a falta das camadas de gordura que fazem a protecção da nossa pele.
Já as alergias podem ser aparecer a qualquer altura, ou revelar-se mais numa fase que noutra, podem até ter reacções cutâneas numa altura e mais tarde ser uma reacção respiratória ou outra.