Sobre educar, acalmar, crescer!

[Imagem daqui]

Todos os dias crescemos. Crescem os nossos filhos, em tamanho e em saber, e crescemos nós, como pais, como pessoas. Tudo na vida são aprendizagens, e se muitas vezes pensamos que estamos cá para ensinar os nossos filhos, a verdade é que se pesarmos bem as coisas, rapidamente chegamos à conclusão que aprendemos muito com eles!


Sigo a Magda e o trabalho dela há muito tempo. Já nem me lembro de quando a li pela primeira vez, mas acho que foi durante a gravidez. Na altura, completamente ingénua sobre o que é ser mãe, recordo-me perfeitamente de ter pensado que todas as teorias que ela defende [e bem!] sobre a parentalidade positiva, as técnicas para não gritar com os filhos, as premissas para educar e crescer em conjunto com o mínimo de atrito e potenciando o mais importante: a felicidade, achei eu, que eram demasiado utópicas. A verdade é que cada vez que paro e tomo consciência de que a Carolina e o Daniel estão a crescer a uma velocidade alucinante, de que a vida está a passar depressa, muito depressa... dou cada vez mais valor ao que ela diz!

Hoje li este artigo da Magda, e sorri, por me rever em tantas coisas! Diz a Magda:

"(...) E eu sei - e todos sabemos - que é muito mais fácil lidar com as birras dos miúdos e com as birras dos adultos quando estamos com os sonos em dia e quando conseguimos manter uma perspectiva positiva em relação à vida, em geral (...)"

Espreitem por lá, e digam-me! Concordam ou não com o que a Magda diz? Eu concordo! E acho que por vezes precisamos mesmo é de pôr as coisas na perspectiva certa!

Sem comentários: