Sobre sumos verdes

Depois do workshop #Instafood da semana passada, acho que me senti inspirada, e decidi obrigar-me a tentar alterar, embora que de forma ligeira, a minha alimentação. Não sou fã de dietas restritivas, porque tenho a certeza que é no exacto momento em que estou "proibida" de comer alguma coisa, que vou querer comê-la, e que invariavelmente acabo mesmo por quebrar logo a restrição. Por isso, acho que nunca fiz uma dieta na vida! Mas, isso não é caso para comer tudo o que me apetece desregradamente. Prefiro tentar equilibrar a minha alimentação, para compensar os excessos que tantas vezes cometo. A decisão, desta vez, teve a ver com pequenos almoços.

Já há bastante tempo que andava a magicar ideias para mudar o que como ao pequeno almoço. A verdade é que o que acabo por comer em 99% dos dias, são as torradas e o café com leite, que adoro! Mas há alturas em que me enjoo de comer sempre o mesmo, e me apetece mudar, e tenho andado numa fase dessas! [Ajuda o facto da torradeira ter morrido!]

Em 2014, decidi que ia tornar o pequeno almoço numa refeição mais saudável, num destes momentos de enjoo de torradas. Durante uns tempos, fizemos afincadamente todos os dias à noite, Overnightoats. Normalmente, bebia um copo de leite e nem comia em casa. Levava o frasco para o escritório e comia lá. Acabámos por perder este hábito a determinada altura, nem sei quando, mas agora que falo nisso, até me anda a apetecer!

No sábado, no workshop, houve uma frase da Raquel que me ficou na cabeça. Dizia ela, que a determinada altura se fartou do que comia ao pequeno almoço, comprou uma revista que tinha receitas de sumos verdes com a respectiva lista de compras e começou a fazer sumos. Identifiquei-me com o que ela tinha dito! Mas ela continuou afirmando que desde então, começou a sentir que estava com mais energia, e aí é que me convenceu! Ando super cansada, sinto-me sem forças e em baixo, e preciso de um boost de energia! Por isso, decidi que esta semana era a semana 1 dos sumos! E que se corresse bem, continuava!

Não fiz compras especiais, não programei nada, e limitei-me a fazer sumos com os ingredientes que tinha em casa. Senti-me limitada é um facto, por isso quero ver se no fim de semana faço umas compras. 

Mas conto-vos como correu.

Dia 1 - segunda feira: 2 bananas congeladas, 1 punhado de frutos do bosque, 1 mão cheia de folhas de espinafres, água.

Dia 2 - terça feira: 2 bananas congeladas, 2 cenouras pequenas, 6 morangos, 1 mão cheia de folhas de espinafres, água.

Dia 3 - quarta feira: 2 bananas congeladas, 6 morangos, 2 pêras, 1 mãos cheia de folhas de espinafres, água.

Dia 4 - quinta feira: 1 ananás, 1 abacate, 2 maçãs com casca, 1 colher de mel, 2 colheres de bakenola cacau, água.

Dia 5 - sexta feira: 2 bananas congeladas, 2 cenouras pequenas, 2 tangerinas, 6 morangos, água.

A verdade é que nenhum destes sumos me soube divinamente. Uns eram melhores que os outros, mas não houve um único que fosse mesmo mesmo bom! E para me convencer, têm que ser bons! Eu sei que a enorme limitação de usar o que tinha me casa sem qualquer preparação prévia condicionou a coisa e por isso, não desisti. Já fiz uma lista de compras, de algumas coisas que me parece que podem ajudar nesta tarefa. Ora vejam:

Frutas: Kiwi, laranja, manga, abacaxi, meloa, melão
Legumes: Pepino, Alface, courgette
Aromáticas: hortelã, mangericão

O que eu preciso, é de potenciar os sabores que sei à partida que gosto, e mascarar os dos legumes, porque por exemplo o uso dos espinafres, deixou um sabor demasiado forte nos sumos, e que eu claramente dispensava. 

Foto das ofertas que a Horta do Bairro fez aos participantes do Workshop

Por aí, há sugestões? Já aderiram aos sumos verdes?  Que combinações são as vossas vencedoras? O que sugerem que junte à minha lista de compras?

Sem comentários: