Sobre apneia de Sono


Apneia de sono, é um distúrbio do sono que pode ter um forte impacto sobre a energia diária de quem sofre desta doença, no seu desempenho mental e na sua saúde. Existem vários tipos de apneia de sono, em bebés e crianças, e nos adultos.
A apneia do sono infantil é uma doença na qual o bebé ou a criança pára de respirar periodicamente durante o sono. Há vários tipos de apneia do sono, alguns dos quais são mais comuns nos bebés e nas crianças com mais idade. Se com um filho pequeno, notarmos sintomas de apneia de sono, provavelmente estamos perante um caso de apneia do sono obstrutiva [quando algo bloqueia as vias respiratórias durante o sono]. O mais comum é esta obstrução se dever à dimensão das amígdalas ou dos adenóides, que apresentam um tamanho superior ao normal. A criança poderá ressonar ruidosamente com pausas periódicas longas no seu padrão de respiração normal. Poderá parecer mais cansada durante o dia, por causa da falta de descanso durante a noite. 

Nem sempre são necessários exames complementares de diagnóstico. Perante uma criança com sinais e sintomas clínicos típicos e aumento das dimensões das adenóides e amígdalas pode estabelecer-se o diagnóstico. Para determinar o grau de apneia, o diagnóstico deverá ser complementado pelo estudo poligráfico do sono, que consiste num exame realizado num laboratório de sono e permite avaliar diferentes parâmetros (actividade cerebral, actividade muscular, actividade cardíaca, respiração, níveis de oxigénio e dióxido de carbono) durante uma noite inteira. É possível utilizar exames alternativos de mais fácil acesso, com menos parâmetros (respiratório e cardíaco), efectuados em casa como, por exemplo, um exame de sono domiciliário ou a oximetria nocturna com registo.

Nos adultos, a apneia do sono deve-se ao fecho do tecido mole das vias aéreas durante o sono. Esta situação pode ser causada por musculatura fraca nas vias aéreas, língua grande, obesidade entre outros motivos. A respiração pode ser interrompida centenas de vezes à noite, o provoca ressonar, pode provocar engasgamento ou mesmo fazer com que a pessoa acorde.

A Philips Respironics,  lançou um novo site destinado a ajudar a compreender e identificar a apneia do sono e oferecer aos pacientes já diagnosticados mais informações sobre a doença e os tratamentos disponíveis (dispositivos para o tratamento, funcionamento e manutenção). Este site disponibiliza informação exclusivamente para pacientes de apneia adultos. 

Neste novo site, com uma forte componente formativa e de sensibilização, profissionais da área fornecem informação sobre esta doença que pode ser útil não só para os próprios mas também para ajudar amigos ou familiares a identificar e conhecer a apneia do sono. Em apenas 5 minutos podem preencher um simples questionário que lhes poderá dizer se têm potencial para desenvolver apneia do sono. Adicionalmente, e com o objectivo de dar ao paciente maior autonomia e controlo da sua doença, os pacientes diagnosticados e as suas famílias podem encontrar informações, vídeos educativos, dicas profissionais e depoimentos de outros pacientes, tanto sobre a doença como sobre o tratamento. É também possível subscrever uma newsletter mensal para actualização sobre a sua condição e os mais recentes desenvolvimentos.

Estima-se que em Portugal existam cerca de um milhão de pessoas que sofrem de apneia do sono, dos quais mais de 50% desconhecem a doença, mas não existem dados epidemiológicos. Alguns desses pacientes são portadores de SAHOS [Síndrome de Apneia e Hipopneia Obstrutiva do Sono] significativas e, por conseguinte, candidatos a um tratamento que poderia ajudá-los a controlar a doença e seus sintomas.

As consequências directas do SAHOS são a repetitiva diminuição da saturação de oxigénio do sangue e os despertares transitórios e recorrentes de sono causados pelo aumento do esforço respiratório, o que provoca uma redução na qualidade do sono e de vida. Quando todas essas condições também são acompanhadas de sintomas clínicos, tais como sonolência diurna excessiva, distúrbios neuropsiquiátricos, metabólicos, respiratórios e cardíacos, surge o síndrome de apneia e hipopneia do sono. A pressão positiva contínua sobre a via aérea (CPAP) é o tratamento de eleição devido à sua alta eficácia comparativamente com outras opções de tratamento.

Eu tenho um colega que sofre desta patologia, e devido a tantas noites mal passadas, tem dias de enorme dificuldade em conseguir manter-se acordado. A qualidade de vida de um doente de apneia diminui imenso, pelo que este site é uma excelente ferramenta de apoio, e certamente irá ajudar muitas pessoas. Parabéns Philips!

Sem comentários: