Sara e Nuno falam-nos de pequenos almoços!

No sábado, a convite da Nestlé, fomos assistir ao lançamento do livro "Sara e Nuno tomam o pequeno almoço". A importância do pequeno almoço na nossa alimentação é enorme, pois é a refeição em que quebramos o jejum após uma noite de sono, razão pela qual precisamos de repor os níveis de energia. O pequeno almoço é a fonte de nutrientes essenciais e de 20% das recomendações energéticas diárias, contribuindo para um melhor desempenho físico e intelectual. Descurar esta refeição é um erro que não devemos cometer, e a Sara e o Nuno prometem ajudar os mais pequenos a aprender mais sobre isso!
Uma das coisas que foi dita no lançamento e que me impressionou, [julgo que pelo representante da Associação Portuguesa de Nutricionismo], foi que de acordo com estudos recentes, para além de haver uma elevada percentagem da população que sai de casa sem tomar o pequeno almoço, parte dessa população são crianças, que inclusivamente aos fins de semana, não tomam o pequeno almoço. Confesso que fiquei chocada com a perspectiva de imaginar crianças em jejum até à hora de almoço, e não me ocorre nenhum justificação para tal. 

Se durante a semana andamos muitas vezes a contra relógio, e podemos até entender que haja casos em que sair de casa sem pequeno almoço é o preço a pagar para chegar a horas ao trabalho [espero eu que quando acontece, seja compensado à chegada ao trabalho, e que as crianças levem o seu pequeno almoço para comer no colégio/escola], durante o fim de semana não há justificação possível. Por isso, se de facto a realidade é assim tão dramática, é importante apostar na sensibilização, para que se contrarie esta tendência. Se para nós adultos sair de casa sem pequeno almoço não é nada saudável, para as crianças, que se encontram em fase acelerada de crescimento, a gravidade assume-se ainda maior e pode trazer consequências a nível do desenvolvimento cognitivo e influenciar a capacidade de concentração. 

O pequeno almoço deve ser variado, e ter presentes os grupos alimentares que pelo seu valor nutricional e energético proporcionam o aporte de nutrientes que precisamos para o corte do jejum nocturno. Um pequeno almoço completo deve incluir leite ou derivados [importante fonte de cálcio, com capacidade de nutrir e hidratar o organismo], cereais e/ou derivados [ricos em hidratos de carbono, altamente energéticos e essenciais para repor a energia nos músculos e no cérebro] e fruta [elevado teor em fibras, água e vitaminas]. 

Confesso que em nossa casa não temos sempre estes três componentes no pequeno almoço, mas nunca deixamos de o tomar, e só em situações muito excepcionais é que saímos de casa sem pequeno almoço! [Os miúdos nunca! Acho que saíram de casa sem pequeno almoço uma única vez e porque os levámos a tomar o pequeno almoço fora um dia nas férias] 

Normalmente o nosso pequeno almoço varia com a estação do ano. No Outono/ Inverno, vamos para opções mais quentes como  café com leite acompanhado de torradas, croissant ou bolachas de cereais. Pontualmente, se houver bolo ou scones, podemos optar por uma dessas alternativas como acompanhamento para o leite. Outra alternativa a que por vezes recorremos são as papas de aveia, com iogurte, fruta e cereais. Esta última opção, a que do de vista nutricional será a mais completa. No Verão/Inverno somos adeptos de iogurtes com fruta e cereais ou granolas, cereais com leite frio, e de batidos de fruta com leite, bagas, sementes. Para os miúdos, na maioria dos dias bebem leite com chocolate e acompanham com bolachas, pão, torradas, ou alguma das opções que nós também costumamos comer, e pontualmente cereais, a seco como acompanhamento do leite.

O leite deles é sempre, mas sempre leite com Nesquik. Já tentei utilizar outras marcas, até porque as marcas brancas de supermercado são bastante mais baratas, mas não adianta tentar porque não bebem o leite! Para eles Nesquik é essencial, e se recordar a minha infância, a verdade é que o Nesquik faz também ele parte das minhas memórias, por isso optei por ser cliente fiel! [E não! Este post não é patrocinado]. O leite com Nesquik, além de uma importante fonte de proteínas e de cálcio, ajuda a satisfazer cerca de 10% da necessidade diária de água, pois cada copo de leite contém mais de 85% de água. Rico em Vitamina D, necessária para o crescimento e desenvolvimento normais dos ossos das crianças e em Ferro, que contribui para o desenvolvimento cognitivo normal das crianças, nesquik é nutritivo e adequado para uma alimentação sem glúten.


Soube recentemente que a marca tem na sua gama de produtos algumas novidades, para além do pacotinho de leite pronto a beber, e dos cereais nesquik original, que são os cereais de arroz tufado sem glúten e os iogurtes Petit Nesquik e Mix Nesquik que também são adequados para o pequeno-almoço e que fornecem nutrientes essenciais para os mais pequenos começarem o seu dia cheios de energia e de forma saudável. A Carolina e o Daniel já experimentaram os cereais e gostaram tanto, que comeram duas taças cada um! E ao contrário do que costumam fazer com os cereais que já experimentaram, comeram-nos com leite quente e adoraram!

A toma diária do pequeno-almoço faz parte de um de um estilo de vida saudável, cuja prática é promovida pela Nestlé, no âmbito dos seus Compromissos Nutricionais, especificamente no pilar da Educação. Estes compromissos reflectem-se ainda em dois pilares adicionais: Produtos e Informação ao Consumidor. O livro “Sara e Nuno tomam o pequeno-almoço” integra esta preocupação, e está disponível nas grandes superfícies (Continente, Jumbo, Pingo Doce), Livrarias Fnac, Bertrand, e pequenos livreiros de rua por 7,90€.

As ilustrações são muito apelativas e a forma como o tema é apresentado ajuda sem duvida os pais na tarefa de fazer perceber aos mais pequenos a importância que esta refeição tem! Uma excelente publicação, que já está em nossa casa!

Sem comentários: