Angústias e incertezas!

Último dia de creche. Não tenho a certeza de eles que tenham percebido exactamente o que isso significa. Para eles, a despedida foi parecida com a de qualquer sexta feira. Deram beijinhos, despediram-se e disseram adeus ao sair.

Para mim, a coisa foi diferente. Muitas lágrimas, muita dificuldade em sair de lá, muita vontade de gritar que não quero tirá-los do sítio onde os deixo desde os 7 meses e onde sei que são tão bem tratados como em casa. Já em casa, recebo whatsup de uma das pessoas que sempre cuidou deles, a dizer que não conseguiu ir hoje despedir-se deles, e que espera que os leve lá um dia para os encher de beijos. As lágrimas voltam, e torna-se difícil disfarça-las em frente a eles.

De repente, por motivos que nos são alheios, hoje recebemos notícias que nos fazem pôr em causa os planos que temos para o próximo ano. Que nos voltam tudo ao contrário e nos deixam na incerteza. E quando a incerteza afecta os nossos filhos, consome-nos.

Resta a esperança que na próxima semana tudo se clarifique e tudo volte a fazer sentido. Parece-me que não vão ser umas férias muito tranquilas...

1 comentário: