São só 10 minutos!

Costumo ler de ponta a ponta as newsletters que a Magda envia. Há coisas com as quais não me identifico, não porque duvido da sua eficácia, mas porque me conheço, a mim e aos meus filhos, e acredito que nisto de educar, cada caso é um caso. Este texto, em particular, chamou-me a atenção. O título, bastante sugestivo, apregoa: Como teres 10 minutos só para ti, com os teus filhos em casa. Diz a Magda:

"(...) 
1. Arranja uma coisa como a da imagem. Há quem chame relógio, timmer. Também pode ser um telemóvel embora um destes seja melhor.
2. Diz aos teus filhos que precisas de 10 minutos para ti. Diz-lhes que os 10 minutos terminam quando o relógio tocar.
3. Vai fazer a tua vida e volta ao fim de 10 minutos.

A saber:

1. É impressionante a forma como eles cooperam
2. Funciona melhor com um relógio destes do que com o telemóvel por causa do tic tac - diz-lhes que o tempo acaba quando o tic tac acabar.
3. Pode acontecer uma de duas coisas: eles tomarem noção do tempo e daqui a uns tempos não precisarem do relógio... ou podes ter de arranjar outra alternativa.
4. Tem a certeza que o sítio onde ficam está livre de perigos.

Seja como for, durante uns tempos tens 10 minutos que são só teus :)
E sim, tão simples quanto isto!"

Confesso que fiquei com vontade de comprar um relógio de cozinha e testar a teoria! Porque há dias em que eles até cooperam e se distraem a brincar tempo suficiente para eu fazer o que há para fazer, mas há outros em que nem para fazer xixi tenho tempo!

Sem comentários: