Parar ou não parar?

De certeza que muitos de vocês já passaram por isto, já se depararam com o mesmo problema, e já tiveram que tomar a decisão! Parar ou não parar? Tudo depende do conceito de emergência, e para mim, não é difícil decidir, mas será que toda a gente pensa como eu? Ora vejam!

Durante o desfralde, e nos meses [ou se calhar anos] seguintes, é comum ter que pôr os miúdos a fazer xixi em qualquer sítio. Quando têm vontade têm mesmo vontade, e não conseguem controlar-se e esperar até chegarem a uma casa de banho. Já tive situações em que os pus a fazer xixi em caldeiras de árvores, à beira da estrada, num canteiro de uma bomba de gasolina... Até já houve alturas em que fiquei quase com a certeza de que nem tinham muita vontade, mas achavam piada fazer xixi em qualquer sitio que não na casa de banho, e pediam sempre que se lembravam. [Sim! E por aqui, quando um quer, o outro segue-lhe as pisadas, e os xixis são sempre aos pares!]

O episódio mais complicado de gerir, aconteceu há uns 2 meses atrás, quando íamos para o Alentejo de fim de semana. Íamos na A2, a uma 6.ª feira ao fim do dia. Passámos a área de serviço de Alcácer do Sal, e no exacto momento em que a saída ficou ao nosso lado, diz o Daniel:

" - Mamãããã, tenho xixi!"

Ainda tentei perceber se a urgência era muita ou se era mais um clássico episódio de "apetece-me sair do carro, deixa lá pedir para fazer xixi!", mas ele insistia que estava aflito e não aguentava! 

E é isto que temos que avaliar! 

Parar numa autoestrada, é proibido. Julgo que é considerado contra ordenação grave. A única coisa que pode justificar uma paragem na berma da autoestrada é uma emergência. Ora para mim, o meu filho quase a fazer xixi pelas pernas abaixo é uma emergência! Para os senhores da brigada de trânsito, também será?

Eu defendo que sim! Nesse dia, se fosse eu ao volante tínhamos parado! O homem cá de casa chamou-me louca, e não quis parar! Diz que xixi não é uma emergência, e que me caía logo a brigada em cima com uma bruta multa!

Neste dia, a solução foi acelerar a fundo, sair uns belos 30km à frente, quando havia saída, e pôr o miúdo a  fazer xixi à beira da estrada! Por acaso correu bem, ele aguentou-se e não houve azar, mas podia ter havido! Se algum dia eu não parar na autoestrada e me fizerem xixi dentro do carro, mando a conta da limpeza da cadeirinha aos senhores da Brigada de Trânsito? Ou o melhor é não arriscar, e fazer a tal paragem de emergência? 

Sem comentários: