O que fazer de diferente nas férias

Com as férias a aproximarem-se, começo a pensar em tudo o que há para planear! Mesmo sem sairmos de casa, o que nos liberta de toda a logística de malas, compras e programação de refeições, há sempre algumas questões que temos que pensar. Uma das coisas que me preocupa, é fazer coisas diferentes com os miúdos, que os façam perceber que férias é uma coisa diferente do dia-a-dia. Nos anos anteriores, como fomos sempre passar uns dias ao Algarve, bastava o facto de mudarmos de casa para eles perceberem, mas este ano a coisa vai ser diferente.

A nossa ideia, é fazer uma espécie de roteiro de praias, e passar por todas [ou quase todas] as praias fantásticas que temos aqui na zona. Afinal, estamos a 20 minutos das praias da Arrábida, a 30 minutos das praias da Costa, e ainda temos Tróia logo ali do outro lado, e a Comporta um pouquinho à frente. Na praia, a coisa é simples! Normalmente há satisfação mais do que suficiente em brincar na areia, tomar banhos de mar, fazer piscinas e castelos de areia, almoçar na praia, e dormir a sesta na tenda. Normalmente não há momentos de tédio. Assim como não há de descanso. Excepto nos dias em que a sesta corre realmente muito bem, e até nos deixa [a nós pais] ler um bocadinho ou dormitar ao sol!

O que me está a ocupar o pensamento são os momentos pós-praia. É certo que temos um terraço, que sofreu sérias remodelações este ano, e está fabuloso! Mas o facto de regressarmos a casa e jantar no terraço, mesmo que implique variações como por exemplo darem uns mergulhos na piscina depois de jantar ou assim, não é mais do que voltar para casa, como todos os dias do ano. Por isso, tenho tentado encontrar formas de planear actividades diferentes com eles, que possamos fazer em família, e que os façam sentir que nos dias de férias, somos a 100% deles! Sem trabalho, sem compromissos, horários, nada! Só nós os 4!

Uma das coisas que já programei fazer, foi executar uma tarefa que está em standby há uns 2 anos! Penso que terá sido quando fizeram 1 ano, receberam de presente da Tia Fernanda umas canecas de cerâmica para colorir. A ideia é cada um colorir a sua caneca, com as canetas que vêem no conjunto, e desta forma criarem as suas canecas personalizadas para beber o leitinho. Na altura não tinham maturidade para o fazer, e eu guardei a prenda. Agora é a altura certa, porque convenci-os finalmente a deixar de beber leite pelo biberon, e têm andado a explorar os recipientes alternativos, pelo que a caneca será um must!
Outra actividade que penso fazer, é organizar jogos em família. Lembro-me de ser miúda, embora já mais crescida do que eles, e de passar tardes inteiras de Verão a jogar Loto ou Bingo com a Avó Celeste [se ela tivesse computador e lesse isto ia ficar já de lagriminha no canto do olho]. Lembro-me de jogar aos países com a Avó Luísa [esta, apesar dos seu 83 anos, têm computador e lê o blog! Beijinho avó!]. Aliás, com isto tudo, acabo por ficar com um sorriso nos lábios, porque o facto é que passei muito tempo com os meus avós de ambos os lados em miúda, e gostava tanto, mas tanto de estar com eles, que fosse qual fosse a actividade eu estava feliz! [Nem que fosse "assaltar" a tulha da massa de vidros na drogaria do Avô Fernando e passar a tarde a mudar a massa de todos os vidros da montra da loja. Duas vezes por semana, No mínimo!]

Mas voltando aos jogos! Para além de imagens para colorir com temas que eles gostam, de jogos de unir pontinhos, encontrar caminhos, e outras coisas simples que se encontram pela internet e que basta imprimir, encontrei duas sugestões giríssimas! A Ctem dois artigos que me prenderam a atenção! O tradicional jogo do galo, e o jogo da Joaninha. O jogo do galo, dispensa apresentações, têm aproximadamente 20cmX20cm, e tal como a maioria dos artigos desta marca, é feito com tecidos e aplicações 100% ao gosto dos clientes. O jogo da Joaninhaé um jogo pensado para as crianças em idade pré-escolar, e consiste na procura, por parte da criança, dos objectos escondidos, treinando a atenção e concentração, bem como a aquisição de vocabulário, de conceitos e de categorias. Adorei a ideia, e o facto de podermos escolher os tecidos e encomendar o nosso jogo completamente personalizado agradou-me imenso! Sai um jogo do galo para a mesa do canto!!



Sem comentários: