Ainda o alumínio! E o meu contacto com a Vichy...

Ainda sobre a polémica da presença de sais de alumínio nos desodorizantes de que falei aqui, e porque queria tentar perceber se o desodorizante que identifiquei como o meu número 1 tinha ou não sais de alumínio na sua constituição, contactei a marca, no sentido de obter esta resposta. Não me responderam objectivamente à minha pergunta, pelo que fiquei sem saber se tem ou não. Na minha próxima passagem numa farmácia vou procurar uma embalagem e ler eu mesma o rótulo.

A resposta da marca foi a seguinte:

"Agradecemos desde já o seu email e a oportunidade que nos confere. 

Efetivamente existem na internet algumas comunicações sobre a utilização de sais de alumínio em anti transpirantes.  Alguns dos nossos produtos têm sais de alumínio. A nossa principal preocupação é a segurança dos nossos consumidores e não usaríamos esse ingrediente se à luz dos conhecimentos científicos de hoje se provasse que ele era prejudicial à saúde.


Esperamos ter contribuído para um melhor esclarecimento e estamos à disposição para quaisquer esclarecimentos adicionais.

Com os nossos respeitosos cumprimentos, 
Serviço de Apoio ao Consumidor"

Obrigada Vichy! Não responderam à minha pergunta, mas enviaram-me uma informação cientifica que explica o posicionamento da marca face a este tema, e confirma o que eu já tinha referido no post anterior, de que até agora os estudos são inconclusivos e controversos.

Sem comentários: