Família na 1.ª pessoa: Um só dia, e tantas experiências novas!

Depois de vos contar como começou esta aventura [aqui], já vos mostrei uma parte da reportagem do evento [aqui], e chegou a altura de vos contar todos os detalhes sobre o que fizemos no sábado! Foi um dia super preenchido, com actividades muito interessantes, e um convívio familiar muito bom! Vamos lá?

Como vos tinha dito no último post, o dia começou muito cedo... o despertador tocou às 6h40! Tinha deixado as minhas coisas todas organizadas, na casa de banho do quarto, para que me conseguisse despachar e sair sem acordar o resto da família. Saí 20 minutos depois de acordar, muito ensonada, com frio [tinha pouca roupa e ainda era cedo para se fazer sentir o calor], e a funcionar a meio gás. Encontrei-me com o resto do grupo, e seguimos de carrinha para o local onde estava à nossa espera... o balão de ar quente! Acho que só quando saímos é que verdadeiramente começámos a acordar.

A estrutura imponente e colorida do balão já estava bem visível na planície Alentejana! Recebemos o briefing sobre como entrar, comportamento durante o voo, aterragem, cuidados a ter, e lá nos preparámos para embarcar! Foi a estreia para quase todos a bordo, e sentia-se um certo nervoso miudinho!






A  entrada no balão foi super calma [não custa nada!], e levantámos num instante. A primeira coisa que recordo, é o silêncio, a sensação de flutuar em completa tranquilidade. A temperatura [que entretanto já tinha aquecido um bocadinho] estava perfeita, não havia vento, e a via-se apenas uma ligeira neblina, que dava precisamente a entender que vinha aí um dia de muito calor! A vista deslumbrante! Voámos cerca de 1 hora, e aterrámos sem sobressaltos! E como na história dos balões de ar quente há uma forte ligação a espumantes, tivemos direito a brinde! [Praticamente em jejum!]








[O fotógrafo, às vezes também é fotografado!]






Regressámos ao hotel, para um pequeno almoço em família! Pelo menos no meu caso, que ainda tinha os miúdos de pijama no quarto acabadinhos de acordar! Seguiu-se uma actividade, na qual tinha pensado que não ia participar: canoagem! E pensei que não ia participar porque achei que os miúdos por ainda serem pequenos não iam sequer querer, e porque como já fui praticamente regular da modalidade, não fazia questão. Enganei-me! De início os miúdos estavam um pouco curiosos, apenas a ver o que se passava, mas quando perceberam a dinâmica da coisa, começaram logo a dizer que queriam andar! Confesso que não me agradou a ideia! Achei que depois de lá estarem dentro, iam começar a tentar levantar-se ou iam ficar inquietos, e viravam a canoa em dois tempos! Mais um engano! Portaram-se lindamente! Por isso, apesar de não termos registo fotográfico [o Pau andou de canoa ao mesmo tempo que nós!], demos um belo passeio de canoa os quatro! A mim soube-me muito bem fazer uma actividade que tanta presença marcou na minha infância e juventude com a minha família!





Depois da canoagem, passámos o resto da manhã na piscina! A piscina dos miúdos tinha um escorrega em forma de dinossauro que fez as delicias dos mais pequenos! Era vê-los a escorregar de seguida, uns atrás dos outros, fresquinhos e felizes! Com o calor que se fazia sentir, só era possível estar na água, por isso todos aproveitámos este bocadinho para refrescar! O difícil, foi tirar os miúdos de lá para almoçar!







Depois de almoçarmos e de uma mini sesta, fomos dar um passeio de jipe! Conhecemos toda a propriedade, os pomares, as vinhas e todas as zonas de cultivo. Vimos manadas de vacas, ovelhas, cavalos e patos! Para os miúdos, o passeio de jipe só por si já foi uma aventura! [O Daniel disse que foi o que mais gostou do fim de semana]




Terminámos esta passeio com uma paragem na horta pedagógica. A horta em si já não é novidade para os miúdos, que têm uma na creche e estiveram a tentar identificar as várias espécies de legumes que ali encontraram, mas claro que é sempre uma diversão. Terminaram a visita a plantar o que escolheram, num copinho que levámos connosco para casa [o Daniel plantou pimentos e a Carolina pimentos e coentros]. Estamos à espera que cresçam para transplantar para a nossa horta de varanda [onde já temos alho francês e uma planta de abacate]














Faltava ainda conhecer mais uma coisa interessante! A adega! Claro que, o interesse aqui era mais notório nos pais do que nos filhos, mas havia actividades paralelas para os miúdos, que todos juntos divertem-se sempre!



Reunimo-nos todos nos jardins do hotel, onde os mais crescidos podiam praticar tiro com arco, e onde estivemos a dar lanche aos miúdos.









O dia terminou com um fim de tarde numa actividade que levou os adultos a recordar a infância, e os miúdos, pelo menos os mais pequenos, a descobrir todo um mundo novo... jogos de consola! Para os mais crescidos as Wii, para os mais pequenos as DS3 da Nintendo. O Daniel e a Carolina adoraram aqueles "jogos pequeninos", pegaram cada um no seu e já não os queriam largar! O pai e a mãe, sentaram-se a ver, mas quando acabaram por pegar cada um na sua consola... renderam-se! Confesso-me fã assumida do Super Mario Kart, que joguei muito na minha infância, pelo que rapidamente me vi a fazer corridas, bastante entusiasmada com o jogo!





Claro que, depois disto tudo estávamos todos cansados! O jantar teve que ser cedinho, e regressámos ao quarto para descansar! Domingo prometia ser mais um dia em cheio! 


Se quiserem ver mais fotografias do fim de semana, basta acederem ao Instagram e procurarem os hashtags do evento:  
#familiana1apessoa 
#façopartedestafamília 
#barrigasdeamor

Sem comentários: