Carta aberta aos senhores da Ryanair

Já há bastante tempo que me habituei a ouvir falar dos maravilhosos preços dos vôos da vossa companhia. Desde que começaram a fazer o percurso Lisboa-Porto ainda mais! É ouvir a malta a dizer que pelo preço que se paga até compensa gramar com uma autêntica parafrenália de vendas durante todo o caminho. Isso a mim, confesso, não me assusta. Sou pessoa que facilmente encarna a personagem "gaja com trombas" que não abertura nem para um olhar, por isso afastar hospedeiras a tentar impingir todo o qualquer produto, é tarefa fácil. Mas adiante!

Já não uso o avião como meio de transporte desde Março de 2012! Estava grávida de 13 semanas quando fui a Barcelona a uma feira, e aproveitei para prolongar a estadia por 3 dias, com o marido, para aproveitar as maravilhas de viajar sem filhos pela última vez. Desde então, já passei pela fase em que morria de saudades de viajar, e agora estou na fase em que já estou resignada. Só que, fui convidada para dar um saltinho ao Porto, a propósito do Mercado dos Santos, do qual sou madrinha, e voltei a pensar em viajar de avião. Toda a gente me dizia que não compensava ir de carro nem de comboio, e eu lá fui pesquisar no site e vi que de facto, o preço ficava ela por ela ao que gastaria de carro (isto fazendo as contas a duas pessoas a viajar!), e que no que toca ao descanso de não ter que conduzir, compensava largamente ir de avião.

Vai daí, falei com a companheira de viagem e tomei a decisão! Vamos lá reservar isto! Pesquisas de vôo, selecção de vôo, não queremos seguro,  não queremos malas de porão, não queremos escolher o assento, não queremos receber sms com os detalhes do vôo, não queremos estacionamento low cost, nem transfer, nem equipamento desportivo, nem assento para crianças, nem assistência especial, nem viatura de aluguer, nem marcar hotel... seguinte, seguinte, seguinte, e chegamos ao ponto em que se paga a viagem!

Saco do cartão multibanco, que nesta casa não se usam cartões de crédito, e avanço para pagar! Só que... o meu cartão multibanco, é antigo (só termina em 2016), e não tem os 3 digitos de segurança atrás, e o site da ryanair rejeita-o. Bom... o que não falta por aí é pessoal sem cartões de crédito, e continuam a poder fazer compras online. Abro o site do online banking, e crio um MB Net. 10 minutos depois estava novamente a tentar pagar o vôo, e volto a ter o "cartão" rejeitado! [Importa referir que nesta altura já estava a ficar ligeiramente irritada]. Tentei novamente, uma vez, e outra, e outra, e nada! Pensei que fosse alguma falha de comunicação e decidi largar o ipad e tentar no dia seguinte, no PC. 

E no dia seguinte repetiu-se a história. Tentei [em vão] encontrar um número de telefone de apoio, para onde se pudesse ligar a pedir ajuda, mas só encontrei a possibilidade de falar com um assistente por chat, e assim o fiz! Abaixo a conversa elucidativa que tive com o assistente [que não tem culpa nenhuma de trabalhar numa empresa quadrada e pouco virada para a modernização e simplificação de procedimentos]...

Mihai Dumitru: 16:31:53 

Olá, sou Miguel da Ryanair, como é que posso ser útil?

sara: 16:32:19 ola boa tarde

   16:32:40 estou a tentar terminar uma reserva mas sem sucesso

   16:33:11 nao uso cartoes de credito nem paypal, pelo que tentei fazer pagamento gerando um MB NET mas nao consigo que os dados sejam, aceites e nao tenho alternativa de pagamento

Mihai Dumitru: 16:33:39 Infelizmente nao pode pagar por Mbnet.


sara: 16:34:00 entao como se processa o pagamento quando nao se tem cartoes de credito?

   16:34:14 os meus cartoes de debito sao visa electron antigos e nao dispoem dos 3 digitos de segurança

   16:34:21 nao permite fazer a compra na mesma

Mihai Dumitru: 16:36:13 Pode fazer a reserva no aeroporto tambem (pagando mesmo com dinheiro em especie).

   16:36:18 Mas fica de 20 euros mais caro.

sara: 16:37:30 e nao estou perto pelo que teria que correr o risco de querer comprar no proprio dia e nao haver

   16:37:35 nao tem mais alternativas?

Mihai Dumitru: 16:39:56 Por favor, apague os cookies e o histórico de navegação antes de fazer outra tentativa de pagamento.

   16:40:03 É aconselhável usar os navegadores Internet Explorer ou Mozilla Firefox.

   16:40:16 Se ainda assim não funciona, só posso aconselhá-la a usar um cartão de crédito/débito ou PayPal.

sara: 16:40:18 estou a usar mozilla

   16:40:35 lamento mas nao disponho de nenhuma dessas opçoes

   16:40:41 como comecei por lhe dizer

   16:41:01 é de lamentar que uma empresa como a vossa nao disponibilize os meios comuns e perca clientes desta forma

Mihai Dumitru: 16:46:18 Sinto muito, senhora. Estas são as instruções que eu tenho.

sara: 16:46:55 claro! tomarei as provediencias necessarias mas nao é este o local. Obrigada

Mihai Dumitru: 16:47:07 De nada. Boa tarde.


Depois disto, entendi que deveria fazer uma reclamação por escrito para a companhia. E se bem o pensei, melhor o fiz [e logo no momento!]. Recebi logo por email uma confirmação de registo da reclamação, e fiquei a aguardar.

Esperava que, no mínimo, me enviassem um email "personalizado" respondendo educadamente à questão colocada, e sugerindo, caso existissem, opções. Ou, na ausência de opções, pedindo desculpa pelo transtorno, mas os procedimentos de que dispõem estão limitados às opções que me foram apresentadas. Em vez disso, eis o que recebi!

Agora digam-me, Exmos. Senhores da Ryanair, apesar da vossa publicidade de vôos a 9,99€ [que no meu caso nem se aplicava, porque os valores dos vôos para os dias em questão nem se aproximavam disso], acham que com este tipo de acompanhamento de clientes vão longe? É que sabem, até há bem pouco tempo, o Portuguesinho era parvo, e nunca reclamava. Enfiava a viola no saco e calava-se. Mas isso [felizmente] mudou! Estamos fartos de ser tratados de forma indelicada, e de ficarmos calados! Por isso reclamamos! Alto e a bom som! 

Eu, vou ao Porto! Mas de carro! E se não fosse de carro ia de comboio! Mesmo que fosse mais caro! Porque vontade de voar convosco, não tenho nenhuma!

1 comentário:

_Planax_ disse...

Isto já é velhinho mas eu uso MBNet para pagar os meus voos desde Outubro de 2012. Os erros mais comuns são: O valor a pagar no site da Ryanair é 60 euros (por exemplo), então cria-se um cartão MB Net de 60 euros. Não vai funcionar porque o custo total da transacção são cerca de 61/62 euros uma vez que há que pagar as comissões e taxas à propria entidade emissora do cartão (tal como um cartão de crédito fixo).

Se mesmo assim o cartão não for aceite pode tentar adicionar-se o cartão a uma conta PayPal.

Passos: 1 - Criar um cartão virtual de 5 euros, associar ao PayPal e aceitar o processo de verificação do titular. Eles devolvem o dinheiro passado 24h, para a conta corrente.
2 - Após a conta estar verificada criar um cartão com o valor real da compra (+5 euros para taxas, por causa do exemplo acima) e associar ao PayPal. Em princípio não necessitará de verificar este cartão, nem deve, uma vez que um cartão MB Net para uso normal só pode apenas ser usado uma vez.


Espero ter ajudado! :) Boa sorte