Aos 36 anos, aprendi uma coisa importante!

Estou no atelier, a trabalhar, e tenho a minha mala em cima de uma bancada. A máquina que está em cima dessa bancada precisa de ser ligada, e perguntam:

"A - De quem é esta mala.
Eu - É minha! Podes pôr no chão!
A - No chão não! As malas não se põem no chão!
Eu - Ah não!? Eu ponho sempre!
A - Nunca ouviste dizer que se puseres a mala no chão o dinheiro foge?
Eu - AAAHHHHHHH! Então é por isso!!"

Portanto, de hoje em diante, se alguém se cruzar comigo na rua e me vir com a mala pendurada ao pescoço, já sabe o motivo!

2 comentários:

Princesa Jasmine disse...

Também já conhecia, mas às vezes tem mesmo de ser.

Definitivamente São Dois disse...

Comigo é quase sempre :D