"A bocêêêê... fonfo!"

Ontem à noite, antes de irem para a cama, disse-lhes que hoje, depois da creche, iamos à festa de anos do Afonso. Disseram que sim, saltaram e bateram palmas (como costumam fazer quando ficam contentes com uma coisa que lhes dizemos), e foram para a cama dormir.
 
Hoje, vieram o caminho todo, de casa à creche, com a seguinte lenga-lenga:
 
"Aaaa bocêêêê... Fonfo, bouo cococaco!"
 
E chegaram à creche, e informaram a Ana da mesma coisa! A Ana percebeu imediatamente o que disseram! E vocês? Eu traduzo: Parabéns a você (esta parte é cantada!) Afonso, com bolo de chocolate! (Não faço ideia se o Afonso vai ter um bolo de chocolate, mas os meus filhos já decidiram que sim!
 
Parabéns Afonso! A tua mãe diz que um dia poderás vir a ser meu genro... ainda tens alguns anos para decidir se estás para me aturar, porque parece-me que vou ser uma sogra má de aturar!
 
Parabéns Catarina! Prometo que se fores minha comadre (é esta a palavra certa para o grau de parentesco?), faço abacate com abóbora no forno para a ceia de Natal!

Sem comentários: