Ensinar a partilhar

Saber partilhar, é um dos valores que quero passar aos meus filhos. Desde sempre que tenho tentado ensinar-lhes que devem partilhar tudo um com o outro, mesmo quando ambos querem brincar com o mesmo brinquedo ao mesmo tempo. Por vezes corre bem, mas também há alturas em que corre mal!

Ontem de manhã, o Daniel tomou o pequeno almoço em casa, conosco, mas a Carolina não acordou, e como habitualmente, optámos por deixá-la dormir, mamou quando acordou e comeu o pão pelo caminho. Claro que, se a Carolina come pão pelo caminho, o Daniel também quer. Como a fome já não era muita, porque já tinha comido cereais (os dele e os do pai!) em casa depois de mamar, comeu o pão muito devagar, com muitas pausas para a chucha, muita conversa, enquanto a irmã, devorou os dois pedaços de pão a que tinha direito enquanto o diabo esfrega um olho. Quando terminou, pediu-me mais, e já não havia. Ficou muito triste com a resposta e choramingou. Olhei pelo espelho, e vi que o Daniel ainda tinha o segundo pedaço quase intacto na mão, e arrisquei:
" - Daniel, dás um bocadinho do teu pão à mana?"
E fui preparando o resto do discurso, algo como: dá lá filho, só um bocadinho... tu já comeste em casa e a mana não...
Mas não foi preciso, depois do meu pedido, e sem hesitar, o Daniel olhou para o pão, olhou para a irmã, estendeu-lhe o pedaço TODO, e pôs a chucha na boca!
Fiquei de boca aberta!
" - Oh filho que lindo! Deste o teu pão todo à mana?!"
Ao que me respondeu com um aceno de cabeça e um sorriso rasgado!
" - Carolina, diz obrigada ao mano!"
E a Carolina olhou para ele, e fez um sorriso agradecido com um encolher de ombros e um aceno de cabeça.
 
Fico sensibilizada quando vejo este tipo de atitudes entre eles. Sinto orgulho de estar a conseguir ensinar alguns dos valores que considero mais básicos, e ver resultados positivos desde cedo.

Sem comentários: