Das histórias de amor... a Filipa e o Marco!

Já aqui referi mais do que uma vez, que este blog me tem trazido muitas coisas  boas, mas a melhor de todas, é o facto de me trazer pessoas que se tornam rapidamente em muito bons amigos! A Filipa, apareceu assim, devagarinho, com comentários no blog e na página de facebook, até ao dia em que trocámos mensagens e começámos a conversar um bocadinho mais. Quando demos conta, estávamos todos juntos a beber um café no bar da Praia do Meco, com os miúdos todos à mesa, a apanhar Sol e a conversar como se nos conhecessemos desde sempre! O Marco é a mesma onda da Filipa (claro!), e juntos, criaram uma familia maravilhosa! Conheçam um bocadinho desta história de amor, que nos faz acreditar que há amores, que nos estão mesmo destinados!
 
"Estava no 2.º ano da faculdade e andava em psicologia na lusófona. Tinha como melhor amiga, a Ana... (éramos mesmo as melhores amigas e graças ao facebook, encontrámos-nos novamente)Fazíamos tudo juntas: estudar, apoiar e experimentar coisas novas, o que para mim era muito importante, pois a Ana tinha uma educação muito liberal, e eu, pelo contrário, uma educação muito fechada, saindo apenas para as aulas. Graças a ela, fui conhecendo novas pessoas e vivendo muitas aventuras. Por essa altura, a Ana namorava um rapaz - o D, que tinha um irmão - o H, que nos convidou para irmos passar o fim de ano ao Algarve. Escusado será dizer que os meus pais disseram logo que não... resultado, a mãe da Ana teve que ir falar com a minha (conseguiu convecê-la!) e lá fui eu toda contente no Alfa, com a Ana, namorada do D, e outra amiga, namorada do H, ou seja fui com as namoradas dos 2 irmãos.

Ao chegar ao Algarve, fui encontrar um grupo girissimo de malta jovem que já se conhecia desde o tempo do jardim escola. Ficámos para o fim do ano em Albufeira e pelas conversas que fui percebendo, faltava alguém muito importante do grupo, que não estava ali pois tinha acabado um namoro sério e tinha ido passar o fim do ano em Viseu.  Toda a gente me dizia que eu tinha de o conhecer... mas ele não estava... e o fim do ano passou.
 
Por meados de Janeiro, o H fez anos e fez questão de me convidar. Eu aceitei o convite, e quando cheguei à porta de sua casa, estava na rua à espera, um rapaz louro, de olhos azuis, muito muito beto que me chamou a atenção pelo seu sorriso e pelo facto de não tirar os olhos de mim... nem eu dele... Acreditam no amor à primeira vista??? Eu acredito! Aconteceu-me a mim!
 
Resultado, o rapaz em falta naquela reunião de fim de ano, era o Marco, e naquele dia, tinha decidido ir aos anos do H - o seu melhor amigo (e ainda bem que o fez!).
 
A partir daquele momento não me deixou mais, pois percebeu que eu era de poucas saídas e uma miúda diferente... segundo ele, eu precisava de protecção pois não conhecia o mundo. E tinha razão, pois como saía pouco de casa e nunca saía à noite, naquela noite bebi mais do que o devido. Não houve problema, pois ele estava ali para me proteger! Desde então, nunca mais nos largámos e no dia 14 de Fevereiro - 14 dias depois de nos conhecermos, pediu-me em namoro, oferecendo-me um livro de Francesco Alberoni.
 
Eu era a cinderela e ele o meu príncipe encantado... e hoje passados 16 anos, temos 3 príncipes maravilhosos e uma relação única... parece que nós conhecemos ontem. Diz-se que existe alguém que é a nossa cara metade, e eu sou muito feliz, pois sei que encontrei a minha, encontrei o meu príncipe encantado! O Marco foi o meu primeiro e único amor, e espero que assim se mantenha por toda a nossa vida!"

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Na foto, a Filipa e o Marco, a Constança, a Amélia e o Vicente, pela lente da Picpuffin, no dia no baptizado do Vicente! Digam lá que não são uma família de revista!?
 
Esta rúbrica já conta com 6 maravilhosas histórias de amor, que podem conhecer aqui:
 
* A Ana Luisa e o Miguel: aqui,
* O Poema da Sofia, aqui;
* A Carla e o Hugo, aqui;
* O amor do Jorge, aqui;
* A mulher da vida do Bruno, aqui;
* O Marcos e o João, aqui;
 
E venham conhecer a cada 6ª feira, uma nova história de amor!
 
 
 
 
 

Sem comentários: