Nota mental

Para que um dia os teus filhos se possam sentir tão orgulhosos como tu te sentes neste preciso momento, quando escolheres os nomes, escolhes nomes curtos e fáceis de soletrar. 

Assim, quando os filhos deles começarem a falar, rapidamente vão disparar o nome próprio do pai/mãe com o nome mais fácil. 

(Nota-se muito que um dos meus filhos anda tipo papagaio a dizer em repeat: Sara, Sara, Sara...? É a Carolina! Obrigada filha! A baba já me ensopou o casaco polar que uso para andar por casa!)

Sem comentários: