Balanços - Parte I

Se normalmente os balanços são feitos no final de cada ano civil, comigo, este ano, foi diferente! Em vez de andar na época de festas a pensar em como correu o ano, deixei passar os primeiros dias do ano, e fui reflectindo sobre o meu ano passado. A título de exercício, tinha pensado que em cada dia podia pensar num dos meses do ano, o que, excluindo o dia 1 de Janeiro, pelas razões óbvias, faria com que hoje fosse o dia de reflectir sobre Dezembro. Após a reflexão concluida, estava então em condições de escrever sobre o meu ano de 2013! Não o fiz. Tenho pensado aos bocadinhos, vou pensando conforme calha, mas já me sinto em condições de apresentar os resultados!
 
O ano de 2013 não foi particularmente brilhante. Em termos de acréscimo de trabalho, foi terrível! Os miúdos nasceram em 2012, mas foi em 2013 que tive que começar a conciliar a vida familiar e a profissional, e nem sempre é pacifico. Em termos financeiros foi o pior ano da minha vida! As despesas aumentaram imenso, o preço dos bens de consumo idem, e o ordenado sofreu cortes tão significativos, que meses houve em que se não tivessemos ajuda a coisa tinha sido bastante complicada. Mas vamos lá estudar isto um bocadinho melhor, e perceber, se o ano foi de facto assim tão mau!
 
No inicio do ano passado, tal como no inicio deste ano, fiz uma lista de decisões de ano novo! Vamos lá ver se as cumpri:
 
1.Vou dar mais importância às pessoas que se importam, e ignorar as que ignoram;
Regra geral, foi um objectivo atingido! Prática a manter na minha vida!
 
2.Vou estar sempre feliz como os meus filhos, mesmo que esteja chateada ou preocupada com o resto do mundo;
Poderá ter havido um vez ou outra em que não consegui, mas mesmo nesses momentos, há sorrisos que curam toda e qualquer preocupação!
 
3. Vou perder a barriga que resta da gravidez;
Este foi completamente transferido para este ano! Ok! Aumentei a prática de desporto, mas ainda não o suficiente! Tenho a hérnia no umbigo a colaborar contra mim, mas alguma coisa hei-de conseguir arranjar!
 
4. Nunca vou adormecer sem dar um beijo de boa noite a cada um dos meus filhos e ao meu marido;
Nos filhos foi sempre cumprido, no marido, houve muitas noites em que adormeci sem o fazer. Já está em marcha a eliminação dessas falhas!
 
5. Vou pensar muitas vezes antes de fazer qualquer compra que não seja de primeira necessidade, e antes de aceitar um convite para almoçar/jantar fora. É a crise!;
Objectivo cumprido e a manter!
 
6. Vou deixar de ter quarto de hóspedes e transforma-lo num quarto de brincar (enquanto não se transforma em quarto de gémeos crescidos!);
Objectivo cumprido!
 
7. Vou dar muito uso à minha máquina de costura;
Completamente por  cumprir! Fiz uma ou duas coisas... e parou. Neste momento até tenho a máquina toda desmontada, porque me irritou, e abandonei-a nesses propósitos!
 
8. Vou arrumar todos os armários da minha casa e desfazer-me de tudo o que não me faz falta! Há certamente alguém a quem as coisas darão jeito!
Pouco concretizado, e a fazer parte dos objectivos de 2014.
 
9. Vou deixar de me chatear com coisas inuteis;
Umas vezes consegui, outras não. Continuar a trabalhar neste campo!
 
10. Vou passar um ano civil inteiro sem viajar (ou mais do que um!) porque estamos em crise e tenho dois filhos para criar;
Completamente concretizado! E pelo andar da carruagem, este será igual!
 
11. Vou remodelar a cozinha! E como estamos em tempo de profunda crise, vou fazê-lo recorrendo a tintas e rolos, mão de obra caseira, e o mínimo dos mínimos dos gastos;
Iremos começar este ano! Os rodapés já estão à espera de serem colocados. Assim que possível, passamos aos puxadores, e depois às pastas de parede e tintas! Será que é desta?
 
12. Vou trabalhar todos os dias com um sorriso nos lábios, porque tenho trabalho, e porque já não o exerço à mais de um ano, e porque tenho horário de amamentação e saio cedo todos os dias!
Nada concretizado! O sorriso nos lábios em dias de trabalho, é cada vez mais dificil de se fazer notar. Fruto de muitas coisas que me ultrapassam, mas que me chateiam bastante.

Amanhã, faremos um balanço com os principais pontos de cada mês! E vocês? Já avaliaram o vosso ano?

Sem comentários: