A nossa história de amor!

Um dia, há uns belos 8 anos atrás, recebi um ultimato, para me inscrever no ginásio. Dizia o meu fisioterapeuta, que eu tinha obrigatoriamente que ganhar alguma (por pouca que fosse) massa muscular nas costas. A escoliose, hiperlordose e companhia limitada, precisavam urgentemente de ajuda de musculos que eram inexistentes. Depois de uma vida inteira "anti-desporto", cometi uma loucura, e inscrevi-me no ginásio. Descobri que existia uma coisa chamada aulas de grupo, e lá fui, muito a medo, experimentanto uma e depois outra... sem grandes entusiasmos. Fiz umas aulinhas de body pump, sem peso, um body combat, um body balance... um dia perdi a vergonha e arrisquei no body jam. E fui andado assim. Passado algum tempo, arrisquei o indoor cycle. Nao morri de amores, mas percebi que até me sentia bem.
 
Durante cerca de dois anos, fui andado assim. Passei por uma fase compicada, grandes mudanças na minha vida, um divórcio, e um recomeçar sózinha, mas o ginásio lá se foi mantendo.
 
Um dia, algures pelo final do Verão de 2008 (um Verão em que me diverti muito, em que saí muito com as minhas amigas, passei fins de semana fora, organizei jantares, participei em tudo ou quase tudo para o qual me convidavam), durante o dia, enquanto estava a trabalhar, comecei a receber sms's de um rapaz, que dava aulas no ginásio onde eu ia, que já conhecia (mal), e com quem tinha começado a falar melhor nas ultimas semanas. Dizia-me o rapaz, que não lhe estava a apetecer ir dar aula, mas que se eu fosse fazer a aula, lhe ia custar menos! Eu fui respondendo que não me apetecia, que tinha preguiça, que não tinha equipamento e teria que ir a casa... e acabei por ir a casa, e aceitar que ele me fosse buscar para ir ao ginásio. Fiz a aula, tomei o meu duche, e ele foi-me levar! Como sou uma miúda educada, ao chegar, perguntei se ele queria jantar por lá, uma vez que já eram mais do que horas de jantar! E sem sequer hesitar, ele aceitou!
Jantámos (claro!), conversámos (mesmo muito!) e adormecemos no sofá! De madrugada, já atrasado para dar uma aula, foi-se embora a correr, e eu fui despachar-me e fui trabalhar. A meio da manhã, recebi um sms:
"Filme logo em tua casa? Levo o gelado!"
Assim começou o nosso amor. De uma forma inesperada. Sem aviso prévio. Sem que dessemos conta de que estava a chegar. É destes amores que gosto! É nestes amores que acredito! E foi este amor, que me fez voltar a acreditar!
Vivemos juntos desde então! Casámos em 2010, tivémos filhos em 2012, o que indica que na nossa vida, de 2 em 2 anos, acontecem coisas muito boas! O que será que nos está reservado para este ano?




 

 

7 comentários:

Ta' disse...

Dizem que as coisas acontecem quando menos esperamos e é tão clichés, mas tão verdade! Parabéns aos dois :)

Pedagogia do Terror disse...

ÓOOOOOOO! Tão lindo!

Lénia Rufino disse...

Oh pá!!! Amei! Vocês são lindos!! (E ele é mega descaradão!!)

Mamã Petra disse...

Adorei!!!!! Lindo!!!!

Mamã Petra disse...

Adorei!!!!! Lindo!!!!

Beatriz Sotomayor disse...

Opáá que lindo!!!

amigos das onze horas disse...

Eu adoro histórias de amor verdadeiras!Beijinhos