Por um segundo... Esgotou!

Alguém deu uma palmada na mão de um filho e a seguir ficou a morrer de peso na consciência?

Eu dei... Num segundo, a paciência para birras atrás de birras (dos dois!), para asneiras atrás de asneiras... esgotou, e a asneira seguinte foi presenteada com uma palmada na mão. Ele nem se mexeu, ficou a olhar para mim, a segurar na mão, com cara séria... E eu... Fiquei de lágrimas nos olhos... Peguei-lhe ao colo e enchi-o de beijos.

Estou tão exausta assim, ou terá sido um momento mau? 

2 comentários:

Mamã disse...

Às vezes as birras deles levam-nos a exaustão! Eu só tenho uma e no outro dia após o banho estava impossível a mandar tudo para o chão. A perna estava à mão e levou uma palmada. Ela não chorou, mas eu sim (e muito!).

Beijinhos

Patrícia Pinto disse...

Querida... não faço delas um tambor, mas sim levam palmada no rabo ou na mão quando fazem asneiras ou birras!
Não sou melhor ou pior mãe por isso. Acho que tudo tem de ser na hora certa. E eles, os seres pequeninos que tanto amamos, aprendem desde a barriga a serem artistas de nos levarem à certa com os beicinhos.... ;)

Beijo e sem remorsos, tá? Vais ver que faz parte... ;)