Coisas que não quero esquecer XI

Na 3ª feira à tarde, ao ver o irmão a chorar, a Carolina esticou a mãzinha e fez-lhe uma festinha na cabeça, olhando para mim com ar condescendente, e dizendo "ohhhhhh". Eu disse-lhe algo do género:

"Carolina, o mano está triste, dás-lhe um beijinho?"

E ela abriu a boca toda, tirou a chucha da boca do mano, e... chuuuuaaacccc!