Febres...

Mais uma noite dramática em termos de calor. Mais uma noite em que o Daniel aqueceu de forma brutal. Mais um amanhecer com banhos, compressas de água  tépida, garrafas de água e febre! Hoje não me deixou medir a temperatura na testa, e acabei por medir no ouvido. Assustei-me! 39,5C! Muito rabugento, muito choroso, muito sonolento.

Será só do calor? Terá alguma outra coisa que ainda não detectámos? 

O pediatra está sem trabalhar porque partiu o braço direito em vários pontos, mas como está disponível por telefone, liguei-lhe. Recomendou que vá fazendo o que tenho feito e veja como evoluiu durante o resto do dia. Caso a temperatura não baixe, temos que ir a algum lado com ele...

Deixo-os no carro com o pai a caminho da creche, e ponho-me a caminho de Lisboa. As lágrimas teimam em fazer as lentes de contacto sair do sítio... Venho para uma reunião, em que estou apenas de corpo presente. Detesto ter que trabalhar com uma preocupação grave com um dos meus filhos! 

Sem comentários: