Fases

Ontem, em conversa com uma amiga que tem um filho com 3 anos, perguntava-me ela, se eu não estava desejosa que eles crescessem e ficassem assim mais autónomos como o dela. Eu respondi-lhe que não, e que por mim podiam ficar assim bebés para sempre, mas não é bem verdade.

É verdade, que tenho saudades deles minúsculos, da fase em que cabiam os dois ao meu colo e ainda sobrava espaço. Da fase em que pesavam pouco mais de 2kg cada um e eram umas amostrinhas de gente. Tenho saudades! Mas também tenho saudades da minha barriga e não é por isso que queria ficar grávida para todo o sempre! 

Com 3 anos já são mais autónomos, mas já começam a dar respostas, já andam pelo pé deles, já comem sozinhos e já têm "querer", e eu não quero isso. Não para já! Quero poder usufruir o mais possível de cada fase dos meus bebés! 

Fazem esta semana 13 meses. A Carolina começou a gatinhar à cerca de 1 mês. O Daniel ainda não gatinha. ("Não gatinha!? Tu vê lá! É melhore ires com o menino a um médico que isso não é normal. Ele já devia estar quase a andar e ainda só fica sentado!?") Sim! Ainda não gatinha! Para além de ser um miúdo comodista, pesa mais 2kg do que a irmã, e a mobilidade não é a mesma! E eu ralada! Por outro lado, o Daniel já tem 5 dentes, e tem o 6o a romper, e a Carolina só tem 2! Comem muito bem os dois, dormem muito bem de noite, e a noite toda, salvo raras excepções. São dois miúdos muito bonzinhos! Estão cada vez mais bonitos! (digo eu, claro! Mas eu sou suspeita!) Adoram um colinho, uns  miminhos, uns beijinhos, umas festinhas. Adoram que lhes cante! Pasmem-se! E não, escusam de pedir, que não vou filmar nenhum episódio desses e publicar no instagram!

Ainda agora, estou na cozinha, acabei de pôr uma máquina de roupa a lavar, tenho a da loiça cheia para arrumar, e tenho os jantares e almoços de amanhã para preparar. Eles estão os dois na sala, na área em frente ao sofá, com o parque aberto, os brinquedos todos espalhados por ali, almofadas, enfim... Vão reclamando porque querem que eu esteja ao pé deles, mas na maior parte do tempo estão sossegados a brincar. O Daniel hoje está um bocadinho choroso, porque tem o dente a romper e está visivelmente incomodado. Tenho a câmara da Chicco instalada em cima da televisão, e vou vendo aqui do meu écran, o que se passa. Ainda à pouco tirei esta sequência de fotografias do que se passava por lá!
O Daniel chorava, e a Carolina brincava. Ele pôs-se de gatas, muito queixoso, e ela parou de brincar, foi buscar um livro de pano, e foi oferecer-lhe o livro. Quanto vale esta união de irmãos!? Fui lá à uns minutos, dei-lhe colinho, percebi qual era o problema e resolvi dar-lhe um bocadinho de ben-u-ron xarope (e atenção que não sou adepta de o fazer! Só o faço quando o vejo mesmo aflito!). Fiquei ali uns minutos com ele ao colo, e fui-lhe fazendo festinhas na cana do nariz, à volta dos olhos, na testa, enquanto ia cantando tão somente uma melodia de meia dúzia de notas com a letra mais elaborada de todos os tempos: "mimiiinhooooo, mimiiinhooooo, ..." Ele calou-se, aninhou-se, sorriu, ficou a olhar para mim, estendeu a mãozinha e fez-me uma festa na cara! E eu fiquei ali, a gozar aquele momento... A pensar como gostava de ter uma câmara instalada nas minhas lentes de contacto e ter forma de eternizar o que se vê, ou melhor ainda, o que se sente nestes momentos.

Por isso, não! Não estou nem desejosa que cresçam, nem a morrer de saudades deles mais pequeninos. Quero é viver ao máximo o dia a dia deles agora, porque o que é hoje, pode já não ser amanhã, e não quero viver a pensar que podia ter feito mais do que fiz! 

6 comentários:

Elisabete disse...

Revejo-me tanto neste post! Adorei! <3

Helena Neto disse...

Estão lindos e saudáveis! Isso vê-se :)
O Vasco e o Xavier têm 11 meses (quase a fazer 1 ano) e também ainda não gatinham. Tb estou tranquila pois parece-me tudo normal. Cada criança tem os seus timmings.

Definitivamente São Dois disse...

Obrigada Elisabete! <3

Definitivamente São Dois disse...

Querida Helena! Um grande beijo para ti e para os rapazões! Como crescem depressa queremos é aproveita-los bem! :)

Patrícia Nunes disse...

Mas que mania disso do médico.
O Ricardo começou a gatinhar mais tarde do que um amigo (mais velho 4 dias), mas tinha mais dentes do que o outro.
Cada um tem o seu ritmo, agora o Ricardo está numa fase gira que só fala, reclama e zanga-se, eu tento perceber o que ele diz e muitas vezes precisava de um tradutor

Patrícia Nunes disse...

Mas que mania disso do médico.
O Ricardo começou a gatinhar mais tarde do que um amigo (mais velho 4 dias), mas tinha mais dentes do que o outro.
Cada um tem o seu ritmo, agora o Ricardo está numa fase gira que só fala, reclama e zanga-se, eu tento perceber o que ele diz e muitas vezes precisava de um tradutor