Podia-me dar para pior...

... Mas deu-me para isto! Está a fazer-me uma certa confusão, a velocidade a que o ultimo ano passou. Olho para trás, e parece que tudo foi ontem, e quando olho melhor, caio em mim e vejo que já  passou 1 ano! Um ano cheio, sem duvida! 

Um ano desde que dei entrada no hospital, ás 33 semanas de gestação, com um dos sacos gestacionais a perder liquido, porque o Daniel entendeu que era chegada a hora de vir espreitar o que se passava cá fora. Um ano desde que senti a sensação mais grandiosa que já alguma vez senti - ter um filho de parto natural. Um ano desde que tive que me sujeitar a uma cesariana para que a Carolina nascesse, duas horas depois do irmão, e por isso, já no dia seguinte. Um ano desde que passei as duas semanas mais angustiantes da minha vida, com os meus filhos internados na UCI neonatal, e comigo em lenta convalescência. Um ano desde que chorei todos os dias, de alegria, de tristeza, de medo, de emoção. Um ano desde que os trouxe comigo para casa, e de onde nunca mais os deixei sair! Um ano cheio! Um ano feliz! Um ano que pareceu um dia. 

Hoje deu-me para isto! Procurei fotografias deles de recém nascidos no telemóvel, em vão, pois já estão todas em arquivo no computador. Até que me lembrei, que enviei algumas por mensagem aos meus pais, sogros, tios, alguns amigos. Vasculhei a caixa de mensagens, procurei mensagens antigas, e encontrei algumas! Das que me marcaram mais talvez... Das que me deixam saudade daquelas mini pessoas que trouxe ao mundo e que hoje já nada têm de mini! 

Um ano que voou, porque as coisas boas voam sempre!








3 comentários:

Patrícia Nunes disse...

Um ano passa depressa, é um ano cheio de emoções

Patrícia Nunes disse...

Um ano passa depressa, é um ano cheio de emoções

Filipa Alexandra Marco Moita disse...

Oh que lindos.....e tens razão, um ano passa depressa demais......