Várias... Ja lhes perdi a conta

Um com incómodos dos dentes, e outra com muita tosse, e lá se vão as noites bem dormidas. Por sistema, desde há vários dias, acordamos centenas de vezes para socorrer choros. Acaba sempre por haver alguém na nossa cama a partir de determinada altura. Hoje, foram os dois! Ele desde as 5h e ela desde as 6h! E eu, enchouriçada no meio dos dois, sem roupa de cama para me tapar e a segurar a Carolina que estava muito na ponta da cama. Como podem imaginar... Fartei-me de dormir! Sem espaço e gelada... E ainda com uma dor de garganta estúpida que me apareceu a meio da noite... Estou ca com uma energia que até apetece! De referir que para além de 4 pessoas na nossa cama, ainda há que alojar dois gatos! O frio esta aí em força e suas excelências não prescindem de dormir encostados a nós!

De tal maneira que ontem já nem publiquei o que queria... Aterrei imediatamente assim que toquei no colchão! Mas vejam lá se isto não é dialogo digno de nota:

"Eu: amor arruma ali as cadeiras deles para não ficarem espalhadas no meio da sala
Ele: então? Assim vais ser multada por mau estacionamento??"

A foto mostra como estavam as cadeiras. E sim... Com o aumento do cansaço, aumenta exponencialmente o grau de parvoíce ca em casa!



Sem comentários: