Isso é para meninos!

Estive a ler o artigo que saiu no correio da manhã, sobre 10 razoes para ter filhos! João Manuel Tavares diz que uma leitora lhe perguntou, se se queixa tanto dos miúdos, por que raio decidiu tê-los, e ainda por cima logo quatro? João decidiu assim alinhavar 10 razões para ter filhos. Parabéns João! Gostei muito do seu artigo!

Gostei particularmente da segunda razão que o artigo enumera, mas adapto-a à minha realidade! Para o João:

" (...) Há um lado olímpico em ter muitos filhos. Eles testam os nossos limites e são um desafio permanente às nossas capacidades físicas e mentais. Não sou capaz de saltar à vara nem de correr a maratona. Mas criar quatro putos dá uma abada a tudo isso."

E eu, imediatamente transpus na minha cabeça, uma coisa que muitas vezes me apetece dizer, quando oiço fulano A, B ou C, queixar-se porque o filho ou filha dormiu mal de noite, ou come mal, ou o quão cansado anda por causa do bebé... E pergunto, e se tivessem dois, como eu? É comum ouvir elogios, da família e dos amigos, sobre a forma como temos as nossas rotinas organizadas, sobre a forma como gerimos o facto de ter dois bebés ao mesmo tempo, e acima de tudo, de geralmente o conseguirmos levar de forma tranquila. E eu costumo responder, que se eu não fizer ninguém vem cá fazer por mim! E há quem responda... " ... Não sei como é que tu consegues!"

Pergunto-me, o que essas pessoas fariam se se vissem com dois bebés. Cruzavam os braços e diziam que não conseguiam? É que eu, lendo o que o João escreveu, identifico os sentimentos que ele sentiu ao escrever o artigo! Consigo rever-me em todas as razões e consigo arranjar mais umas quantas para juntar ás dele! E gosto disso! Ainda assim, canso-me como qualquer outra pessoa, apetece-me ficar na cama de manhã, há dias em que me falta a paciência, em que desespero e choro, em que desanimo, etc. etc., mas NUNCA questionei o facto de ter os meus filhos! E sim, gosto de jantar fora, de sair, de passar fins de semana, mas não troco nada disso pelos meus filhos!

Voltando ao lado olímpico de ter muitos filhos, espero um dia poder dizer como o João, que tenho quatro. Para já limito-me a dois ao mesmo tempo! E repare-se que toda a logística e organização de bebes gémeos, é de facto bastante exigente. Por exemplo, eu moro num terceiro andar sem elevador. Os meus filhos, sem os ovinhos, pesam 8kg e 6kg, se cada ovo pesar uns 3 kg, ao todo, somam-se 20kg. Fora os sacos, o termo da sopa, a minha mala, a pasta do trabalho, a minha marmita do almoço...No dia a dia, saímos de casa e chegamos a casa com a ajuda do pai. Mas já houve alturas em que o pai não podia sair do trabalho e o que restava? Eu! Do alto dos meus 53kg e em cima de uns bons centímetros de salto, ponho mãos a jeito e cá vai disto! Se fico de rastos a seguir? Fico claro! Se ando a contribuir fortemente para arranjar uma hérnia ou algo pior na coluna? Ando pois! E então? Há alternativa? Não! E além do mais, odeio ser dependente! Com mais ou menos dificuldade, tudo se faz!

Claro que no meio de toda esta gigante engrenagem, haver um dia em que saio com eles de casa de manha e sou perseguida de forma atroz pela policia, que resolve apreender o meu carro perigoso porque tem películas nos vidros, abala o meu mundo muitíssimo mais do que deveria, mas o que fazer? O psicológico fica mais frágil e a bem ou a mal, enquanto continuar a amamentar, as hormonas continuam a comandar muito mais a minha vida do que a cabeça. Obrigada mais uma vez à BT de Coina pela perseguição, pela abordagem agressiva e mal educada, e pela camada de nervos que me provocou! Isto não falando na multa e no facto de não ter carro para transportar os miúdos para a creche e ir trabalhar! (Nota-se muito que fiquei completamente traumatizada com o que aconteceu?)

E é isto! O João com o seu artigo fez-me lembrar de uma frase que eu e o meu marido dizemos muitas vezes... Ter só um filho é para meninos! Não se venham queixar porque têm um bebé, porque isso meus amigos, faz-se com uma perna ás costas!

(Podem ler o artigo do João aqui: http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/outros/domingo/10-razoes-para-ter-filhos)

3 comentários:

Cátia Santos disse...

Sara, concordo com tudo o que disseste.
E aquela parte que referiste "ter só um bebé é para meninos " aplica-se na perfeição :). Só quem tem gémeos é que sabe dar o real valor ao trabalho que dá em gerir tudo. Temos de ter rotinas muito bem definidas e um trabalho em equipa do casal. Beijinhos e tudo a correr bem com os teus meninos

Patrícia Nunes disse...

Só tenho um e sei que tenho que ter as coisas bem organizadas, se tivesse dois sei que a organização teria que ser feita de outra forma.
Mas conseguimos fazer tudo com calma e amor, nem que seja limpar a cozinha às 23h ;)

Fraldas e Babetes disse...

Também gostei imenso do artigo.
E seja 1, 2, 3 ou 4, sejam ao mesmo tempo ou em alturas diferentes, ter filhos é o maior desafio e a maior benção da vida de um casal e as razões para tê-los não são 10 são muitas e muitas mais! <3