#1 Solidariedade | Roupa de recém nascido precisa-se!


Durante o internamento dos meus filhos, à nascença, no HPP Cascais, por nascimento prematuro, apercebi-me que as roupas de recém nascido no serviço de neonatologia são uma carência. Por uma questão de ordem prática, naturalmente, o serviço prefere que os bebés internados sejam vestidos com roupas do hospital. Assim, não há roupas dos bebés perdidas, roupas pouco fáceis de vestir e despir... têm armários com roupa de bebé, e têm roupa para lavar... e todos os bebés usam a roupa do hospital. Claro que a roupa muito usada fica muito desgastada, pelo que há sempre falta de mais umas peças.

Obviamente que isto não é assim tão linear... nos primeiros dias de internamento todos os bebés vestem a roupa do hospital, mas com o passar do tempo, a maioria das mães acabam por começar a levar roupa própria, porque querem ver os seus filhos com as suas roupas e não com roupas de hospital super usadas por imensos bebés. Eu não fui excepção... levei roupas para os meus filhos! As enfermeiras foram umas queridas e separaram sempre as minhas roupas para eu trazer para lavar, mas ainda acabei por trazer roupas deles para casa. Não obstante, há também bebés de familias carenciadas, e há bebés que são abandonados e aguardam institucionalização com vista a adopção... e esses não têm mais do que a roupinha do hospital.


(Não sei se ainda lá está o Francisco, mas quando os meus filhos estavam internados estava! Aguardava para um dia ser adoptado... tinha 3 meses e era mais um dos muitos bebés nesta situação por Portugal fora...)

Independentemente de terem outras roupas ou não, há sempre cocós que trespassam, há bolsados que molham... e acabam sempre por haver ocasiões em que a roupa do hospital dá um jeitão a qualquer bebé que lá esteja internado!

Assim, logo na altura, perguntei como poderia fazer para lhes entregar roupa de recém nascido, quando deixasse de servir aos meus filhos. Todos nós temos roupas que já não servem aos nossos filhos e que acabamos por guardar. Se ainda pensamos ter mais filhos, queremos mesmo guardar! Mas se já não temos essa pretensão podemos dar a quem a possa aproveitar! Mesmo quem pensa ter mais filhos tem sempre uma peça ou outra de que gosta menos, ou que foi tão usada que já não apetece guardar...

Nesta sequência, estou a fazer uma colecta! Vou ao hospital no dia 15 de Outubro e vou recolher roupa para levar até dia 12 - a 6ª feira anterior.

Procurem nas vossas coisas, falem com os amigos, colegas, vizinhos... e colaborem! Todos juntos podemos ajudar! Contactem-me por definitivamentesaodois@gmail.com!

Obrigada!

1 comentário:

docas disse...

Amiga, vou copiar o texto e vou reencaminhar para alguns amigos. Eu recolho a roupa e depois dou-te. Bjs gd