Já experimentaram treinar com PT?


Já vos tinha falado aqui dos PT Day's que ocorrem regularmente nos clubes Fitness Hut, e hoje venho-vos dizer que dia 28 de Janeiro vai haver mais um e quando mais depressa se inscreverem mais escolha têm nos Personal Trainers disponíveis!

Quando for grande quero ser...


Moramos numa vila pequenina e bastante envelhecida. No cruzamento principal, há uma zona com bancos onde é comum haver concentração de pessoas de idade, reformados, que por ali se encontram para dois dedos de conversa. Hoje, ao passarmos pelo local, diz o Daniel:

"D  - Mamã, puqué que aqui só há sinhores velhotes?
Eu - Porque são senhores que são reformados, já não têm nada para fazer e vêem para aqui conversar e jogar jogos uns com os outros
D - Hummm....
Eu - É melhor do que estar em casa sem fazer nada não achas?
D - Sim! E puqué q'eu não poxo fajê ixo?"

50 famílias Portuguesas com uma pequena ajuda entregue

[Entrega Centro Social de S. Pedro do Vilar Paraíso Gaia]

Já vos tinha falado desta acção da Campofrio, que teve como objectivo premiar Instituições de Solidariedade Social que se destaquem no apoio a famílias com carências económicas. Já foram entregues às 5 IPSS vencedoras os 10 cabazes com bens alimentares para distribuir pelas famílias carenciadas que apoiam. Vamos conhecê-las?

Considerações de balnéario


Um balneário de um ginásio é matéria prima em bruto para uma espectacular tese de doutoramento em sociologia. Vêem-se coisas do arco da velha, coisas que preferíamos nem ter visto, coisa que nos deixam vontade de interpelar os outros. Eu, só observo. Um dia, talvez escreva uma tese. Hoje começo pelo preâmbulo.

Se pudéssemos escolher em que casa nascemos


À mesa ao jantar a meio de uma conversa, a Carolina lança um tema que o irmão agarra e cuja curta discussão teve imensa piada. Andam os dois numa fase de extrema meiguice e passam os dias a dizer que somos fofinhos, a dar beijinhos e abraços. 

Num momento desses, em que a Carolina abraça o braço do pai, sai-se com esta:

C - "Papá fofinho. Mamã fofinha. Gosto muito, muito, muito de vocês! Eu quia mêmo naxer nexta caja!"
D - "Hããã!? E se não naxexes, não naxias!"
C - "Maj eu ia pócurá exta mamã e este papá e ia com eles"
D- "Mas não encontávas eles..."
C - "Encontáva xim! Puque eu xabia que eram eles e fugia com eles e ponto!"
D - "Oh!" - em tom de quem não está para mais conversas.

É engraçado como com apenas 4 anos já começam a colocar outros cenários e outras hipóteses de vida que não a que a sua realidade lhes mostrou desde sempre e a pensar como resolviam o que se lhes apresenta como um problema!

Arrumações e desarrumações. Como lidar com este tema na infância


Na semana passada lançámos o desafio para que nos fizessem chegar dúvidas, perguntas, temas que gostassem de aqui ver discutidos e sobre os quais gostassem de ter a opinião de um profissional. Hoje trazemos a primeira crónica que aborda um tema que provavelmente muitas de nós vamos achar proveitoso. Como lidar com a arrumação/desarrumação que os nossos filhos criam ao brincar?

#6 Mum Look | Andar nas nuvens com as botas mais confortáveis do mundo


Adoro saltos altos, mas a verdade é que cada vez os uso menos! Tornei-me numa pessoa comodista, que não gosta de barreiras à mobilidade e valoriza o calçado que lhe dá conforto e lhe permite andar, ou até correr atrás dos filhos, dar uma caminhada na hora de almoço, ou deslocar-se a pé para uma reunião! Sabe-me bem andar a pé e por isso o meu calçado tem mesmo que ser confortável!